Novo “presida”!
Newton Gibson Júnior é eleito presidente da ABTC. Executivo assume para o quadriênio 2023 a 2027

Nesta segunda-feira (30/1), a Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga (ABTC) realizou eleição para a Diretoria e Conselho Fiscal da entidade. O administrador e empresário Newton Gibson Júnior foi eleito presidente, para o quadriênio 2023 a 2027.

Gibson foi vice-presidente da entidade de 2016 a 2023 e é filho do fundador da ABTC, Newton Jerônimo Gibson Duarte, falecido em 2019. Pedro Lopes, que esteve à frente da entidade no período de 2016 a 2023, foi eleito presidente de honra da associação.

De acordo com Lopes, durante sua gestão como presidente, a ABTC manteve sua relevância frente ao setor e aos diversos órgãos do governo. “Mantivemos também a aproximação política que conquistamos ao longo da nossa história, o que nos permite ter uma participação efetiva em muitas decisões importantes para os transportadores. Agora vamos seguir em frente, dando apoio ao Gibson visando o fortalecimento do setor”, afirmou Lopes.

Newton Gibson Júnior pretende avançar com os projetos que já vinham sendo desenvolvidos com o presidente Pedro Lopes. “Me sinto honrado por ter sido escolhido para ocupar posição de tamanha grandeza. Com certeza, a ABTC vai continuar trabalhando para que o setor se torne cada vez mais competitivo, inovador e sustentável”, ressaltou Gibson. “Agradeço à toda diretoria da ABTC, em especial ao presidente Pedro Lopes, pelo reconhecimento e confiança no nosso trabalho”, concluiu.

Com informações NTC

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Seguindo em frente!

Seguindo em frente!

DNIT segue trabalhando para entregar obras de adequação da BR-230/PB, em Campina Grande

Mais acessível!

Mais acessível!

Região serrana do Rio atrai turismo de inverno com passagens de ônibus acessíveis

Olho no meio ambiente!

Olho no meio ambiente!

Uso de asfalto reciclado pela Arteris pode reduzir em até 50% as emissões de CO2 em comparação ao material convencional

+ categorias