Aquele belo investimento!
Cobli recebe investimento de R$ 100 milhões para acelerar o desenvolvimento de tecnologias disruptivas para grandes frotas

A Cobli – FleetTech  acaba de anunciar uma nova rodada de investimentos de US$20 milhões, que equivale a R$100 milhões de reais. O novo aporte é liderado pela IFC, International Finance Corporation, membro do Grupo Banco Mundial, e Fifth Wall, maior gestor de ativos focado em melhorar, preparar o futuro e descarbonizar o mundo. Além disso, participam também a Qualcomm Ventures, um dos maiores investidores em Internet das Coisas; a NXTP Ventures, pioneira em venture capital em estágio inicial na América Latina; GLP Capital Partners, líder global gestora de ativos alternativos, que já eram investidores da empresa anteriormente. O anúncio acontece em um momento desafiador para novas captações e reforça a solidez e confiança dos fundos no modelo de negócio e no crescimento da empresa.

Desde que foi fundada, em 2017, por Parker Treacy e Rodrigo Mourad, a Cobli conta com as principais tecnologias de ponta para conectar grandes frotas e operações logísticas à era digital. Sensores instalados nos veículos captam informações sobre localização, trajetos, acelerações, imagens de vídeo, frenagens e outros, enviando os dados para a plataforma e permitindo administrar, por exemplo, consumo de combustível, manutenções preventivas e até o modo de condução dos motoristas. 

Recentemente, a companhia lançou a Cobli Cam, solução que combina IoT com inteligência artificial e big data para oferecer benefícios valiosos tanto para as empresas cujo foco principal é a logística quanto para aquelas que dependem do deslocamento de seus funcionários para a prestação de serviços ou distribuição e entrega de produtos. Com essa tecnologia, é possível reduzir custos operacionais, aumentar a produtividade do time e mitigar incidentes. “Na maior empresa de telemetria nos Estados Unidos, 63% da receita de telemetria já vem das câmeras. No Brasil esse número ainda é perto de zero. A Cobli acredita que a videotelemetria é a fronteira final dos sensores, pois dão visibilidade completa e dão retorno superior para as frotas”, comenta Rodrigo Mourad, presidente e cofundador da Cobli.

O novo investimento vai acelerar o crescimento da empresa, principalmente via evolução do produto. A Cobli tem o objetivo de explorar ainda mais todo o potencial que a AI e os dados atrelados a imagens podem entregar. “Continuaremos inovando as soluções baseadas em vídeo, integrando o veículo com toda a operação para levar nossos clientes para a vanguarda de tecnologia e de resultados. Queremos expandir funcionalidades como o reconhecimento facial ou até mesmo viabilizar inovações disruptivas como o reconhecimento de acidentes”, complementa Rodrigo.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Seguindo em frente!

Seguindo em frente!

DNIT segue trabalhando para entregar obras de adequação da BR-230/PB, em Campina Grande

Mais acessível!

Mais acessível!

Região serrana do Rio atrai turismo de inverno com passagens de ônibus acessíveis

Olho no meio ambiente!

Olho no meio ambiente!

Uso de asfalto reciclado pela Arteris pode reduzir em até 50% as emissões de CO2 em comparação ao material convencional

+ categorias