Notícias do Dia

Celebração e desafios!

0

Programa de inovação do transporte coletivo faz um ano e tem novos desafios

Com um cenário ainda mais desafiador para encontrar soluções inteligentes e sustentáveis para a mobilidade urbana, em especial para o transporte público por ônibus urbano, o COLETIVO, programa de inovação criado pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), completa um ano nesta quinta-feira (7/5). Na ocasião, temas como a situação atual do transporte coletivo diante da pandemia de coronavírus, que impactou fortemente o serviço no país, estarão em discussão, entre outros reunidos numa maratona de lives transmitida pelo YouTube a partir das 14h30.

Criado para fomentar a evolução do transporte público coletivo, visando a mobilidade sustentável nas cidades, o desenvolvimento das pessoas e da qualidade de vida, o COLETIVO já obteve bons resultados e conquistou novos parceiros. “Nunca imaginamos que este programa teria o desafio de repensar a mobilidade urbana num contexto em que o ônibus coletivo urbano estivesse tão fragilizado como o atual, devido à pandemia da Covid-19”, destaca Otávio Cunha, presidente executivo da NTU. Ele acredita que a expectativa por soluções de mobilidade nesse cenário tão inusitado e desafiador são enormes.

Nessa linha de reflexão, a programação de aniversário do COLETIVO traz ainda outra provocação ao debater a reinvenção do transporte coletivo e a disrupção em mobilidade urbana, tema que será mediado por André Dantas, diretor técnico da NTU. “Plantamos a sementinha da inovação e aos poucos vamos colhendo pequenos frutos”, resume André Dantas ao avaliar os avanços do COLETIVO até o momento. “Avançamos, engajamos, mas precisamos fazer ainda mais porque nesta nova realidade temos o acúmulo de problemas estruturais do transporte coletivo e mais os que o impacto da pandemia trouxe”, complementa o diretor.

No decorrer de um ano, o COLETIVO pré-incubou duas startups selecionadas na primeira edição do Desafio COLETIVO do programa. Uma delas é a Areja Bus, empresa de Salvador (BA) que desenvolveu um sistema de ventilação que utiliza a própria movimentação do ônibus para promover conforto térmico aos usuários, além de melhorar a qualidade do ar.

A On.I-Bus, startup de Brasília (DF) que criou uma plataforma de mobilidade coletiva sob demanda, também foi selecionada. A solução permite ao passageiro a escolha dos pontos de embarque/desembarque, dentre os disponíveis, e o horário em que pretende utilizar o serviço de ônibus; em seguida, o cliente recebe uma notificação da proximidade do veículo e o local indicado para embarque.

Combustível e vida!

Previous article

Antecipei para ajudar!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *