Destaque

e-Delivery vai para a tomada!

0

VW Caminhões inicia produção do e-Delivery

A VW Caminhões e Ônibus inicia a produção de seus primeiros caminhões elétricos e-Delivery em sua fábrica-laboratório, instalada no complexo produtivo localizado em Resende (RJ). A área, chamada Planta Piloto, é responsável pela definição e confirmação do processo produtivo e treinamento dos processos. Por meio desse  mapeamento está sendo realizada a adequação das linhas que abrigarão a produção em série do caminhão elétrico e-Delivery, inédito na fábrica de Resende e no Brasil.

 O primeiro veículo que sairá da fábrica-laboratório destina-se ao treinamento da fábrica e dos operadores do Consorcio Modular e representa mais um passo da empresa para o desenvolvimento do e-Consórcio, sistema pioneiro por meio do qual a fabricante fará, em série, o primeiro caminhão elétrico brasileiro, desenvolvido pela sua engenharia, além de viabilizar a mobilidade elétrica no país. Ele junta-se aos outros protótipos que realizam o maior teste de desenvolvimento e validação de engenharia do Brasil, com objetivo de viabilizar a homologação e início da produção do e-Delivery.

 Os ensaios são realizados também em laboratórios em todo o país e no campo de provas da VW Caminhões e Ônibus, onde engenheiros especializados da marca conduzem simulações que permitem agilizar o resultado das avaliações. Com um projeto altamente eficiente e a expertise dos profissionais da VWCO, a pista pode representar, em um período de seis meses, o equivalente a dez anos de condições normais de rodagem.

 “Tal como há 25 anos, quando amadurecemos nosso processo produtivo numa linha experimental em Resende, começamos a consolidar nosso know-how também na manufatura de veículos elétricos. E avançamos no desenvolvimento de um portfólio nesse segmento, focados na validação estrutural, de durabilidade e outros requisitos funcionais do caminhão elétrico e-Delivery”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Um importante dado CNT!

Previous article

Com qual diesel eu vou?

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaque