Notícias do Dia

Mais fôlego para o “motoca”

0

Nimbi projeta antecipar R$ 30 milhões para caminhoneiros no primeiro semestre de 2021

O mercado e o governo têm se movimentado para tornar as operações financeiras mais democráticas, atendendo à parcela da população que, assim como grande parte dos caminhoneiros, permanece desbancarizada. Vale lembrar que, de acordo com o Banco Mundial, o Brasil ocupa o 9° lugar no ranking dos países menos bancarizados, com cerca de 48,4 milhões de cidadãos fora desta cadeia.

Inserida neste contexto, a Nimbi, empresa especializada em tecnologia de Supply Chain Management, lançou recentemente o serviço para antecipação de recebíveis, para caminhoneiros (TAC – Transportador Autônomo de Cargas) , com a integração dos aplicativos Nimbi Frete e Nimbi Conta. Por meio deles, os caminhoneiros poderão realizar a antecipação dos fretes que têm a receber de maneira segura e sem complicação.

A Nimbi já possui para essa operação o crédito de R$ 30 milhões , que ao serem solicitados, são disponibilizados na Nimbi Conta de cada caminhoneiro, no mesmo dia, com taxas mais competitivas do que possuem acesso atualmente. Da mesma forma, a Nimbi também tem uma linha de antecipação para o próprio transportador, com taxas atrativas.

Com este serviço, a Nimbi pretende dar mais fôlego financeiro para os caminhoneiros, que têm agora a oportunidade de utilizar a antecipação de recebíveis. “Antes, isso era inviável porque estes profissionais contavam apenas com ofertas que ofereciam juros abusivos e grande burocracia bancária”, afirma Carolina Cabral, sócia diretora da Nimbi. Ela complementa que a solução traz ainda mais segurança e agilidade para o trabalhador.

“Sem dúvida, a antecipação dos recebíveis vai facilitar a vida dos caminhoneiros, pois através da nossa plataforma ele passa a ter acesso a taxas justas e tem as informações transparentes de quanto irá receber e o quanto está pagando pelo serviço. Sem pegadinhas e letras miúdas, além de não termos burocracia, só precisa estar utilizando o Nimbi Frete e ter a Nimbi Conta”, relata Carolina.

A antecipação de recebíveis é solicitada pelo caminhoneiro através do aplicativo Nimbi Frete e pelas transportadoras pelo Gestão de Fretes, plataforma que auxilia no planejamento e negociação das viagens. Já o pagamento cai direto na conta digital, Nimbi Conta, de ambos, para que utilizem em seus fluxos de caixa e pagamentos das viagens.

Setor de implementos vai “pra” frente e avante!

Previous article

Em ônibus, só dá os fretados

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *