Notícias do Dia

No aguardo da queda

0

Transporte de cargas aguarda redução do diesel nas bombas

A Petrobras anunciou recentemente que o preço do litro da gasolina e do óleo diesel terão queda de R$ 0,11 nas refinarias. Com a aplicação prevista para o dia 25 de março, o litro da gasolina passou a ser vendido a R$ 2,59 para as distribuidoras (uma queda de 4,1%). Quanto ao óleo diesel (principal insumo do setor de transporte de cargas rodoviário), a queda está na ordem de 3,8%, sendo comercializado nas refinarias no valor de R$2,75.

“A expectativa agora é quando e quanto desta queda serão sentidos nas bombas uma vez que isso depende do repasse das distribuidoras. Nossa expectativa é que não haja morosidade, uma vez que o transporte de cargas circula 24h nas estradas e o diesel tem alto impacto nos custos finais das empresas do setor”, ressalta o presidente da FETRANSPAR e do Sest Senat no Paraná, Coronel Sérgio Malucelli.

Segundo o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis e Lojas de Conveniências do Estado do Paraná – Paranapetro, a maioria das grandes distribuidoras ainda não tinha repassado as baixas para os postos na proporção anunciada pela Petrobras até a semana passada. “Informações disponíveis no mercado indicam que as distribuidoras repassaram apenas uma parte da redução esperada”, explica o Sindicato em nota.

O Paranapetro ressalta porém que as distribuidoras têm repassado as altas da Petrobras com grande rapidez para os postos, enquanto demoram mais para repassar as baixas, ou não repassam na totalidade. “Isto ocorre com frequência, conforme o segmento vem informando desde o início da política de preços flutuantes da Petrobras”, encerra o texto. Com informações Fetranspar

Redução contra a pandemia

Previous article

Operação de guerra!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *