Destaque

Novo CF: DAF quer o Brasil

0

DAF renova a linha CF no Brasil

Um por vez e passos bem sustentados. Assim vem a DAF, que ano a ano “parece” quietinha no mercado mas que aos poucos vem roubando posições e também a preferencia de muitos transportadores e autônomos no mercado nacional.

Depois do novo XF apresentado no ano passado, agora a montadora apresenta a renovação da linha CF. E de bandeja, manda também o modelo em sua configuração rígida 8×2. “Estamos dando a essa linha características premium, o que não é comum neste segmento. Assim, somente nossos clientes poderão provar tudo de melhor que oferecemos”, alfineta Luis Gambim, diretor comercial.

E vamos aos modelos.  O CF rodoviário, 4×2 ou 6×2, vem equipado com o novo motor PACCAR MX11, com potências de 410 cv ou 450 cv. Já a linha off road é equipada com o PACCAR MX13, o mesmo do XF, com potência de 480 cv e redução nos cubos. A linha fora de estrada é voltada principalmente para operações de cana e madeira.

A versão rodoviária do CF traz o novo motor PACCAR MX11, acoplado à transmissão ZF TraXon, de 12 velocidades. O propulsor tem 10,8 litros e seis cilindros, que entrega potência de 410 cv, com um torque de 2.100 Nm em 900 rpm, e 450 cv, com torque de 2.300 Nm em 900 rpm. Testes realizados pela DAF apontam que o CF rodoviário está até 15% mais econômico que a versão anterior.

Construído com ferro fundido vermicular (CGI), o motor traz inovação, qualidade e design superior, que contribuem para melhor performance e menor consumo de combustível. O componente tem peso reduzido em 180 kg, se comparado ao PACCAR MX13, maior durabilidade e menor atrito, o que garante menor ruído. O sistema de injeção de combustível é Common Rail, contribuindo para o menor consumo de combustível e menor emissão de poluentes.

“O motor PACCAR MX11 é uma novidade no mercado nacional, mas um projeto consagrado na Europa, que acumula mais de 200 milhões de quilômetros rodados. Trata-se de um motor altamente eficiente, silencioso e moderno, que permitirá ao transportador brasileiro trabalhar com um caminhão versátil, econômico e de alta qualidade”, afirma Jarno Broeze, Diretor de Desenvolvimento de Produto da DAF Caminhões Brasil.

A transmissão XF TraXon, automatizada de 12 velocidades, foi desenhada para trabalhar em baixas rotações e relações mais longas. Com ela, a troca de marchas ocorre de maneira mais rápida, suave e silenciosa, trazendo conforto ao motorista. Seu projeto, mais robusto e leve, tem papel muito importante na economia de combustível também.

CF Rígido

A família CF cresceu e chega ao mercado brasileiro com uma nova versão rígida, em configuração 8×2. O design foi totalmente renovado, assim como o conjunto mecânico, que conta com o novo motor PACCAR MX11, de 410 cv, e transmissão automatizada ZF TraXon de 12 velocidades. O modelo também agrega mais tecnologia e conforto, além de baixo consumo de combustível. O novo motor, em testes realizados pela companhia, apresentou consumo até 15% menor do que a versão anterior, que equipava outros modelos da linha CF. 

O motor PACCAR MX11 é fabricado em Ponta Grossa, no Paraná, e tem 10,8 litros e seis cilindros, que entrega potência de 410 cv, com um torque de 2.100 Nm em 900 rpm, se tornando o mais potente do segmento. Construído com ferro fundido vermicular (CGI), o propulsor tem peso reduzido em 180 kg se comparado ao PACCAR MX13, maior durabilidade e menor atrito, permitindo baixo ruído e maior economia de diesel. O sistema de injeção de combustível é Common Rail, contribuindo para o menor consumo de combustível e menor emissão de poluentes.

Um tapa na pandemia?

Previous article

Transmoreira vai de Mercedes

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaque