Notícias do Dia

NTC de olho na aduana chilena

0

NTC&Logística acompanha exigência de teste PCR para entrada de motoristas profissionais no Chile

Na última segunda-feira (5), o governo do Chile passou a exigir que os motoristas estrangeiros que fazem o transporte de cargas internacionais façam o teste de PCR da Covid-19 para entrar no país.

O problema desta exigência é que o prazo de validade do citado exame é de 72 horas, e muitas vezes motoristas oriundos do Brasil ou do Uruguai, por exemplos, quando chegarem no Chile já estarão com a validade do teste vencida.

Tal medida está impactando de forma negativa o transporte rodoviário de cargas internacionais para o Chile e também para o Peru, que está com a mesma exigência.

Nesse sentido, a NTC&Logística, representada pelo vice-presidente de transporte internacional, Danilo Guedes, participou da reunião do Conselho do Mercosul que envolve os empresários do setor de transporte internacional de cargas. O encontro teve como objetivo pedir ao Chile que abra negociações para buscar uma saída consensual para que atenda todos os países que compõem o bloco.

“Em 13 meses desde que se iniciou a pandemia o TRIC sempre teve um tratamento diferente, não sendo exigido o exame PCR e agora que todos os países iniciaram as vacinações, o Chile e o Peru passaram a ter essa exigibilidade. Acreditamos que a melhor saída é manter o que vínhamos praticando até o momento, ou seja, livre passagem entre as fronteiras, caso não seja possível, o teste rápido nas fronteiras seria algo menos oneroso e muito mais rápido”, destacou Guedes.

Com informações NTC

Aquela sorte “estrelada”

Previous article

Fresp pelo fim da Covid 19

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *