Notícias do Dia

Obras bilionárias em SP

0

Governo de SP e CCR: acordo prevê indenização de R$ 1,2 bilhão e R$ 2,3 bilhões de investimentos nas rodovias paulistas

Treze das principais rodovias paulistas, administradas pelas concessionárias AutoBAn, ViaOeste e SPVias, entre elas Rodovias dos Bandeirantes, Anhanguera, Raposo Tavares e Castello Branco, devem receber R$ 1,3 bilhão em intervenções nos próximos meses, com expectativa de geração de cinco mil novos empregos. As melhorias vão de revitalização de pistas, pontes e túneis, obras nas marginais, além de novos acessos a hospitais e municípios.

O acordo entre o Governo do Estado de São Paulo e o grupo CCR prevê ainda o pagamento de indenização de R$ 1,2 bilhão em dinheiro para os cofres públicos paulistas, no prazo de 15 dias. Os investimentos são fruto de entendimento preliminar assinado nesta terça-feira (29), que encerra discussões judiciais entre as partes iniciadas em 2014, relativas a aspectos contratuais debatidos desde 2006.  

“Trata-se do maior acordo já celebrado com concessionárias de um mesmo grupo e com o maior pagamento ao caixa do Estado”, declarou o Governador do Estado de São Paulo, João Doria. “Estamos assim liberando investimentos bilionários, que irão destravar obras há muito necessárias, beneficiando os mais importantes corredores de mobilidade de São Paulo, com possibilidade de gerar 5 mil novos empregos”, completou.

Obras e melhorias

Estão previstos investimentos de R$ 1,7 bilhão em obras para a conservação e revitalização de pistas como pavimento, pontes e túneis e outras melhorias na AutoBAn e na SPVias. Também serão viabilizadas intervenções importantes no corredor São Paulo-Sorocaba com valor inicial estimado em R$ 600 milhões. A Via Oeste executará as obras na Rodovia Castello Branco, entre os km 23 e 32, sem qualquer custo para o Governo do Estado ou solicitação de reequilíbrio contratual. A título de doação de serviços, o Grupo CCR arcará ainda com obras de duplicação da Rodovia Prefeito Lívio Tagliassachi, em São Roque. A lista de obras foi indicada, conforme prioridades, pela ARTESP, a Agência de Transportes do Estado de São Paulo, que regula e fiscaliza as rodovias paulistas concedidas. “Priorizamos obras que atendem às demandas de maior alcance e maior impacto positivo no entorno das cidades atendidas pelas rodovias concedidas ao grupo CCR”, afirma Milton Persoli, diretor-geral da Agência.

Com informações Artesp

Diesel sobe, complica custos!

Previous article

Iveco só na subida da ladeira!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *