Notícias do Dia

Pandemia???????

0

Apesar do impacto da pandemia, FUCHS anuncia crescimento na América do Sul

Apesar do impacto decorrente da irrupção da pandemia de COVID-19 na indústria, a FUCHS , empresa global fornecedora de soluções para lubrificação, vislumbra um cenário otimista e estima crescimento na América do Sul, até 2025. De acordo com dados recentes do IBGE, a produção industrial brasileira caiu 18,8% em abril de 2020, na comparação com março e atingiu o nível mais baixo já registrado no país. Levando em consideração o novo cenário, a FUCHS traçou um plano estratégico com o objetivo de fortalecer sua atuação no mercado B2B e ampliar a capilaridade do B2C no setor automotivo . Atualmente, a companhia possui grande presença na região sul-americana, com plantas no Brasil e Argentina, além de escritório comercial no Chile e distribuidores em quase todos os países da região. No último ano, a FUCHS garantiu receita de aproximadamente 2.6 bilhões de euros, globalmente. Além disso, atualmente, o Brasil representa 50% da produção econômica da FUCHS na América do Sul.

Segundo o Gerente da divisão de especialidades do Grupo FUCHS, FUCHS LUBRITECH, Marcelo Caravetti, a companhia possui uma forte estrutura para atender os clientes da América do Sul. Atualmente, a subsidiária argentina, além de atender ao mercado local, é responsável pelo fornecimento das soluções para lubrificação também do Paraguai. Já a FUCHS BRASIL, também atende às demandas de Bolívia e Uruguai. Além disso, o Brasil abastece as plantas da Argentina e Chile com produtos que não são fabricados localmente, principalmente especialidades como graxas, produtos food grade e desmoldantes. “Nosso objetivo, alinhado ao plano estratégico para os próximos anos é aumentar a participação da produção local para diminuir a dependência de produtos vindos do exterior. Isso inclui o fornecimento de produtos produzidos localmente para todos os países da região incluindo Bolívia, Equador, Peru, Colômbia e Venezuela”, explica o executivo.

Segundo o VP da América do Sul da FUCHS PETROLUB, Friedrich Rheinheimer, o Brasil é estratégico para o Grupo FUCHS não apenas por sua abrangência geográfica, mas também pela diversificação da sua economia. “Não são muitos os países que possuem a mesma variedade de segmentos que o Brasil atende: Oil&Gas, mineração, processamento de metais, agricultura, processamento de alimentos, indústria automotiva, de bens de consumo e até mesmo aeroespacial. Nesse contexto, concluímos que a maioria dos nossos clientes globais estão presentes no país e, por estarmos no Brasil, podemos garantir a mesma atenção e qualidade que esperam de nós em qualquer outro lugar do mundo”, esclarece. Além disso, Rheinheimer enfatiza que participação do Brasil na produção econômica da América do Sul é maior em relação aos outros países da região porque aqui foi o início das atividades comerciais e o negócio principal de lubrificantes para a indústria.

Santos Brasil faz bonito com a Mercedes

Previous article

Países sofrem com roubos

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *