Notícias do Dia

Pelo menos isso!

0

Frete de itens essenciais aumenta

Dados da Cargo X  apontam que, no comparativo janeiro e fevereiro ante março e abril, os fretes de itens considerados de consumo primário (como higiene e alimentos) aumentaram significativamente, enquanto que os relacionados aos setores de vestuário e eletroeletrônicos tiveram queda igualmente significativa.

Com relação a produtos de higiene, houve um aumento de 53%; e com relação a alimentos, a alta foi de 43%. Por outro lado, foi observada uma acentuada diminuição de fretes do setor de eletroeletrônicos, de 71%, juntamente a uma queda de fretes relacionados a vestuário, que foi de 62%.      

“Esses dados acompanham o comportamento do consumidor, que tem mudado seus hábitos de compra, influenciando toda a cadeia e o ecossistema logístico”, aponta o CEO da Cargo X, Federico Vega.

No mês de março, a startup anunciou um fundo de R$ 30 milhões para ajudar os transportadores e pequenos frotistas a transportarem, justamente, itens essenciais.

Estes fretes são pagos para os caminhoneiros e custeados pela Cargo X, que paga 70% do valor no momento em que o caminhão está sendo carregado e os outros 30%, assim que ele concluir e comprovar a finalização da entrega. Mesmo antes da pandemia, a startup já trabalhava com o adiantamento de uma parte do pagamento.

“Acreditamos que esse fundo é importante para continuar levando os insumos mais necessários para a população no momento, ao mesmo tempo que mantemos a renda do transportador e pequeno frotista durante esta crise”, afirmou Vega.

Outra iniciativa que a empresa adotou e que é de grande ajuda neste período de desaceleração de alguns setores da economia para ajudar as transportadoras é o Projeto Sinergia, que tem como objetivo reduzir o tempo de ociosidade dos caminhões sem carga, aumentar as demandas e a previsibilidade de fretes, pois, em média, um caminhoneiro leva cerca de dois dias para encontrar uma rota que tenha origem no lugar onde ele está, ou seja próxima, para voltar pra casa. “Se o motorista fica alguns dias sem frete, ele está, literalmente, perdendo dinheiro. Logo, o projeto Sinergia é um modo dele trabalhar com muito mais eficiência”, explica Vega.

Tecnologia sem prejuízos

Previous article

Mais um lote de concessões vem aí

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *