Destaque

Resende, a casa da VWCO

0

VWCO celebra 25 anos em Resende (RJ)

A Volkswagen Caminhões e Ônibus celebra os 25 anos da escolha de Resende para sediar sua fábrica. Com investimento inicial de US$ 250 milhões, a montadora já quintuplicou os recursos aplicados para o desenvolvimento de sua operação, que teve um salto qualitativo desde a instalação na cidade. No total, ao longo desse período, são R$ 5,5 bilhões destinados ao crescimento da empresa, em cinco ciclos consecutivos de investimentos, com o mais recente previsto para finalizar em 2021.

Esse montante revolucionou a VWCO, culminando em sua expansão definitiva no mercado de veículos comerciais. Após a construção de sua sede em Resende, a VWCO criou famílias marcantes de produtos, como a Série 2000, o Constellation e o Delivery, além da introdução da marca MAN no país. Também fazem parte dessas evoluções toda a linha Euro 5, ampliação da capacidade da fábrica, desenvolvimento de novos produtos e expansão para mercados internacionais. Soma-se ainda os investimentos na mobilidade elétrica.

“Ao longo de 25 anos, nossa fábrica se tornou referência com inédito Consórcio Modular e produziu uma série de veículos que se tornaram verdadeiros ícones do transporte. O segredo do sucesso da nossa marca se baseia em um pilar claro: o cliente está sempre em primeiro lugar. É ele a base do desenvolvimento de todo novo produto e dos nossos serviços”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

A busca por uma nova fábrica e modelo de negócios veio com o fim da Autolatina, quando a montadora se viu sem uma linha para montar seus produtos, que ganhavam crescente notoriedade entre os clientes. Com rapidez, agilidade e considerando todos os aspectos relevantes para definir a localização da nova fábrica, foi realizado um estudo técnico para a conclusão da escolha, que consumiu cerca de 60 mil horas.

O interesse despertado provocou cenas singulares, como procissões e vigílias de igrejas locais para atrair a Volkswagen para seus municípios, e até um corpo-a-corpo no restaurante de uma cidade visitada por técnicos da montadora no sul fluminense, descobertos durante o almoço e crivados de perguntas.

A escolha pela cidade do Sul Fluminense se deu pelas diversas vantagens da região. Resende estava no meio do caminho entre Rio e São Paulo, perto dos principais fornecedores da marca, e de importantes centros consumidores, além disso havia mão de obra qualificada disponível e centros de formação de profissionais comprometidos em cooperar. A decisão foi tornada pública numa coletiva de imprensa no Palácio Guanabara, com a presença de executivos da montadora e autoridades dos governos federal, estadual e municipal.

Se precisar… chama a Europ

Previous article

MB forte no segundo turno

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaque