Destaque

Setor trava pela falta de produtos

0

Emplacamentos de caminhões recuam 8.29%

Mesmo com a demanda aquecida, o segmento de caminhões continua enfrentando um gargalo na produção. De acordo com a Fenabrave, pela falta de produtos, os emplacamentos retraíram 8,29% (7.411 unidades) sobre agosto (8.081 unidades).

Comparado a setembro de 2019 (9.300 unidades), o resultado foi de queda de 20,31% e, no acumulado de janeiro a setembro, os resultados de 2020 (62.626 unidades) ficaram 16,21% abaixo de igual período do ano passado (74.744 unidades).

“O mercado de caminhões continua com uma forte demanda, em todos os seus subsegmentos, e não foi melhor pelos problemas gerados na produção, causados, ainda, pela falta de componentes e pela baixa capacidade de produção nos seus principais fornecedores. Com relação ao crédito, notamos uma boa oferta, com a manutenção de taxas abaixo de 1% e aprovação de 8 para cada 10 solicitações. Com isso, vem crescendo o número de pedidos para 2021”, comenta Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave.

No ranking histórico, o mês de setembro/2020 está na 14ª colocação e, entre os acumulados de janeiro a setembro, este ano está na 11ª posição histórica para caminhões.

Com informações Fenabrave

Actros se dá bem na venda virtual

Previous article

O transporte e o voto!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaque