Notícias do Dia

SP começa a decolar?

0

Indústria paulista inicia terceiro trimestre com alta

A indústria paulista vem mantendo o ritmo de recuperação, segundo os resultados de julho do Levantamento de Conjuntura, divulgado nesta segunda-feira (31/8), pela Fiesp e pelo Ciesp. Em julho, os itens vendas e horas trabalhadas registraram forte crescimento. Na passagem de junho para julho, as Vendas Reais subiram 16,8% e as Horas Trabalhadas na Produção registraram aumento de 11,3%. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) atingiu 73,9%, crescendo 4,9 p.p frente à leitura do mês anterior. Os salários reais também apresentaram alta de 4,1% na passagem de junho para julho. Todos os dados estão livres de influências sazonais.

Na série com ajuste sazonal, as Vendas Reais, em julho, superaram as perdas ocorridas nos meses de março e abril, com o volume de vendas ficando 7,6% acima do nível de fevereiro, antes da pandemia. No caso das demais variáveis, no entanto, as quedas ainda não foram compensadas. Na comparação com fevereiro, os indicadores apresentam os seguintes resultados: Horas Trabalhadas na Produção: -8,0%; Salários Reais Médios: -3,9%; NUCI: -1,8 p.p. Com relação ao NUCI, o indicador está 5,5 p.p abaixo da média histórica (79,4%), indicando um nível de ociosidade ainda elevado na indústria de transformação paulista.

Os resultados do levantamento de conjuntura do mês de junho e julho reforçam que a indústria paulista está em firme recuperação e que o pior ficou para trás.

A pesquisa Sensor de agosto fechou em 49,5 pontos, na série com ajuste sazonal, resultado idêntico ao de julho, indicando estabilidade.  Números abaixo dos 50 pontos sinalizam piora da atividade industrial paulista para o mês corrente. O valor de 49,5 indica estabilidade e significativa evolução frente a abril, o pior momento da atividade, quando o Sensor marcou 34,5 pontos.

Se não tiver I-Shift não quero!

Previous article

Recuperado!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *