Notícias do Dia

Tudo certo para o autônomo!

0

Com acirramento de multas por vale-pedágio, TruckPad Pay ajuda transportadoras a operarem dentro da lei

Assim como Programas de assistência ao trabalhador regulamentam que benefícios como Vale Transporte ou Vale Refeição tenham que ser pagos de forma separada do salário aos colaboradores, o mesmo acontece com o pagamento de pedágio ao caminhoneiro autônomo, que deve acontecer pelo dono da carga, em um formato de vale. E é dentro desse cenário que o TruckPad Pay , carteira digital voltada para motoristas e transportadoras, ajuda as empresas a operarem em conformidade com a lei, sendo uma forma homologada de emitir o vale-pedágio.

Após algumas denúncias, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) está reforçando o monitoramento e aplicando multas para quem não destacar o valor do pedágio no pagamento do frete. De acordo com Carlos Mira, CEO e fundador do TruckPad , maior plataforma da América Latina de conexão de cargas e caminhoneiros autônomos e que disponibiliza a solução, um grande ponto a ser levado em consideração é que muitas empresas desconhecem essa obrigatoriedade.

“Algumas companhias e donos de carga acabam ficando em desconformidade com a Lei por não saberem como funciona o pagamento do pedágio, e embutem no valor total do frete. E é justamente para regularizar a situação que os órgãos de fiscalização estão rastreando os caminhoneiros autônomos que passam pelas praças de pedágio sem a antecipação do vale e autuando o dono da carga que deixa de repassar o benefício ao motorista. Com o TruckPad Pay esse complicador deixa de existir, já que a empresa é homologada pela ANTT para emissão do vale-pedágio”, explica.

Para se ter uma ideia, até março deste ano o país contava com 766 mil caminhoneiros autônomos, número que representava 38% da frota de veículos de carga. Apesar disso, no entanto, em média, apenas 13% do valor do frete se traduzem em renda efetiva para o transportador autônomo, conforme boletim informativo do Ministério da Economia. Com base nos dados, é possível traçar uma ideia sobre como a transferência do vale-pedágio é importante e faz diferença na renda do caminhoneiro autônomo.

“O pagamento do frete de forma correta é um fator a mais para que os caminhoneiros autônomos deixem de ser tão informais no Brasil. Eles são uma das classes trabalhadoras que mais apoiam todo o ecossistema da economia do país!, finaliza o executivo.

A todo vapor na BR060!

Previous article

Aquela inspeção que garante!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *