Notícias do Dia

Um acordão elétrico!

0

Acordo entre fabricantes e investidores deve ampliar o uso de ônibus elétricos na América Latina

A Aliança Zebra (Zero-Emission Bus Rapid-deployment Accelerator) anunciou, no dia 10 de dezembro, um acordo entre fabricantes de ônibus e investidores comprometidos em alavancar a expansão dos veículos elétricos na América Latina nos próximos 12 meses. A aliança é uma parceria liderada pela rede C40 Cities e pelo ICCT (Conselho Internacional de Transporte Limpo) e busca zerar as emissões da frota de transportes públicos.

O acordo tem como objetivo acelerar a mudança na matriz energética dos veículos utilizados para o transporte de passageiros em cidades da América Latina, com a disponibilização de ônibus elétricos e de investimento de recursos financeiros. A meta da aliança internacional é alcançar até US$ 1 bilhão (R$ 5,3 bilhões) em investimentos com a ampliação da rede de parceiros. Cidades do Brasil, Chile, Colômbia e México serão as prioritárias.

Apoiam a aliança fabricantes e distribuidores de veículos elétricos, como: Andes Motor, BYD, CreattiEV SAS, Foton, Higer, Sunwin, Vivipra e Yutong. Entre os investidores, participam o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), EDP Brasil, AMP Capital, ARC Global Fund, Ascendal, Ashmore Management Company, Enel X, John Laing e NEoT. 

Monica Araya, líder de Transporte da Climate Champions, cita que a iniciativa é uma forma de integrar vários países em prol de um objetivo comum. “Temos uma excelente oportunidade. Decidimos que uma das negociações é envolver uma campanha setorial de transporte terrestre para chegar a zero emissão. Precisamos de cidades, investidores e fabricantes que produzem veículos para nos apoiar”. Araya ainda lembra que, para alcançar os resultados, é preciso ter parceiros. “Nós nos comprometemos com a agenda de ônibus elétricos. Até agora, os principais parceiros estão na China. Alguns fabricantes europeus estão próximos de assinar a parceria. É uma tecnologia muito importante. Estamos criando um conselho para a transição para veículos que tenham zero emissão. No conselho, aparecem a Europa, Estados Unidos, China, índia, Japão, Coreia do Sul e México.”

A mudança de ônibus movidos a combustíveis fósseis para veículos zero emissão é considerada fundamental pela Aliança Zebra. Segundo o grupo, o transporte responde por uma grande parte das emissões de gases do efeito estufa nas quatro cidades principais da aliança: 71% na Cidade do México; 43% em Medellin; 79% em Santiago; e 61% em São Paulo.

Com informações CNT

Allison quer ser cada vez mais alternativa

Previous article

Um pacotão

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *