Destaque

Um “busão” UTI

0

Citaro da Mercedes-Benz vira uma UTI móvel na Alemanha

Em apenas três semanas, a Daimler Buses, em sua fábrica de Neu-Ulm na Alemanha, transformou um ônibus urbano intermunicipal num veículo especial para o transporte de pacientes com Covid-19. O Mercedes-Benz Citaro, agora a maior ambulância do tipo UTI móvel do país, será usado pela Unidade de Serviços Médicos de Emergência da Cruz Vermelha Alemã (DRK) de Heidenheim-Ulm, parceira neste projeto. Inicialmente, o ônibus será disponibilizado para utilização por um período de seis meses.

Essa iniciativa conta com apoio do Hospital Universitário da cidade de Ulm, que fornece o corpo médico especializado. A SWU – Stadtwerke Ulm/Neu-Ulm GmbH, empresa de serviços públicos, também participa, fornecendo motoristas e profissionais de manutenção. “As equipes dos hospitais e do atendimento de saúde estão trabalhando incansavelmente e merecem todo respeito. Por isso, estamos felizes em poder apoiar a DRK fornecendo capacidade de transporte”, diz Till Oberwörder, chefe da Daimler Buses. “Como fabricante de ônibus, desejamos contribuir para a luta contra a pandemia da Covid-19 na nossa região. Além disso, uma gama diversificada de atividades na fábrica de Neu-Ulm mostra que existem boas iniciativas e estratégias de nossos colaboradores”.

Da ideia à implementação

David Richter, diretor executivo da DRK de Heidenheim-Ulm, teve a ideia de transformar um ônibus para fazer frente à necessidade de aumentar a capacidade de transporte por UTI móvel, atualmente tão necessária em muitos lugares. A Daimler Buses conseguiu oferecer seu apoio de maneira rápida com uma equipe de 12 colaboradores da área de produção de ônibus de Neu-Ulm, que converteu o ônibus em uma ambulância do tipo UTI móvel de alta capacidade em somente 15 dias úteis.

Tanto a transformação, quanto o fornecimento de equipamentos médicos, foram concluídos em estreita colaboração com a Cruz Vermelha de Heidenheim-Ulm. “A ambulância tipo UTI móvel de alta capacidade faz com que a DRK e os médicos do Hospital Universitário de Ulm consigam aliviar com eficiência os hospitais em que há escassez de leitos para cuidados intensivos”, ressalta David Richter.

Uma leve melhora!

Previous article

Proteger nunca é demais!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaque