Notícias do Dia

Uma marco a celebrar

0

Caminhões VW Delivery chegam a 150 mil unidades produzidas

Quinze anos depois de seu lançamento comercial, a família de caminhões Delivery acaba de atingir outro marco histórico: acaba de chegar aos 150 mil veículos produzidos, tanto na fábrica de Resende quanto na mexicana localizada em Querétaro. Não à toa, está hoje entre as linhas de veículos comerciais preferidas do país, mantendo sua liderança no segmento. Desde sua primeira versão, segue à risca a missão a que foram destinados: vocação para entregas urbanas, com tecnologia descomplicada, robustez e versatilidade.

De início eram apenas dois modelos, de cinco e oito toneladas de peso bruto total, mas a família cresceu. Foi completamente renovada em 2017, de parachoque a parachoque, nada ficou de fora dessa modernização. A primeira versão contabiliza cerca de 107 mil veículos produzidos. Já a atual representa 43 mil unidades.

Hoje são oito modelos que vão de 3,5 a 13 toneladas de PBT. O sucesso extrapola as fronteiras nacionais: a nova linha Delivery já chega a 15 países em menos de cinco anos de vendas. Prevista para ser lançada este ano, há ainda uma versão revolucionária e-Delivery, que será o primeiro caminhão elétrico 100% desenvolvido e fabricado no Brasil. A fase é de testes, que estão em sua reta final, e treinamento para capacitar toda a cadeia envolvida.

“Para a nova geração, investimos mais de R$ 1 bilhão e nos inspiramos na receita de sucesso das mais de 100 mil unidades vendidas com a primeira versão. Foi ouvindo o cliente que a Volkswagen Caminhões e Ônibus estreou essa gama de produtos sob medida para os dias de hoje e o resultado se vê nos números de vendas: os caminhões Delivery lideram em grande parte dos segmentos em que atuam e hoje são a referência do segmento para motoristas e empresários”, pontua Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da VWCO.

Na Colômbia só da Allison no transporte de bebidas

Previous article

PERSE já!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *