Destaque

Uma revolução nas rodovias do país?

0

“O interesse do Ministério é revolucionar o setor de transportes terrestres”, afirma Marcello da Costa

No webinar promovido pela Secretaria Nacional de Transportes Terrestres (SNTT), o secretário da SNTT, Marcello da Costa, apresentou o novo projeto que faz parte do Plano Setorial de Transportes Terrestres (PSTT), chamado Rodovias que Perdoam. E ainda afirmou que o Ministério da Infraestrutura está empenhado em possibilitar que as rodovias do país sejam mais seguras, além de reduzir o número de acidentes na próxima década. O encontro virtual contou com a parceria do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV).

“A logística do país passa por rodovias e ferrovias, e isso interfere de uma maneira significativa na vida de todos os brasileiros. Sendo assim, um dos principais eixos do Plano Setorial de Transportes Terrestres é a segurança viária, com o objetivo na redução de quantidades de acidentes. Temos dois anos e meio para conseguir entregar uma infraestrutura de transportes mais eficiente. Nosso interesse é revolucionar o setor de transportes terrestres no País”, ressalta Marcello da Costa, secretário Nacional de Transportes Terrestres.

Além disso, foi apresentado o projeto criado pelo ONSV, chamado “Rodovias que Perdoam”, que são estradas onde sua infraestrutura permite que eventuais erros dos usuários não sejam pagos com a vida ou lesões graves. O projeto faz parte do PSTT. “Nosso objetivo é definir uma agenda para os próximos 10 anos que permita a alteração e melhoria de padrões mínimos de rodovia no Brasil, com incorporação de elementos e soluções específicas de segurança viária” afirma o Diretor Presidente do ONSV, José Ramalho.

O evento também contou com a participação secretário-Executivo do MInfra, Marcelo Sampaio; do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), General Santos Filho; do diretor Presidente do ONSV; e do diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Marcelo Vinaud.

Informações Ministério da Infraestrutura

Sem contaminantes aqui!

Previous article

Tecnologia + investimento= vidas salvas!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaque