Destaque

Vai mais um Mercedes aí Toniato?

0

Grupo Toniato agora tem mais de 80% da frota de Mercedes

E a Mercedes-Benz vai na boa e vendendo bem. Agora foi a vez de fechar negócios com o já parceiro Grupo Toniato, empresa do segmento de transporte e logística nos setores químico e agroquímico. Seguindo seu programa de renovação e ampliação de frota, o cliente já conta com mais 89 caminhões da estrela de três pontas: são 37 extrapesados Axor 2536 6×2 e mais 52 semipesados Atego, entre modelos 1719, 2426 6×2 e 3030 8×2.

Em negociação conduzida pelos concessionários De Nigris Distribuidora (SP) e Flumidiesel de Barra Mansa (RJ), o novo lote de caminhões foi 100% financiado pelo Banco Mercedes-Benz. Todas as unidades já foram entregues e encontram-se em operação.

“Essa renovação e ampliação de frota visa atender os contratos atuais e também o objetivo de crescimento da nossa empresa”, diz André Façanha, CEO do Grupo Toniato. “Com essa aquisição, nossa frota gira agora em torno de 540 caminhões próprios, sendo mais de 440 Mercedes-Benz, entre modelos Accelo, Atego e Axor”.

De acordo com o cliente, a marca Mercedes-Benz é padrão no Grupo Toniato no que classificam como caminhões das categorias de leves e médios. O Accelo 1016 predomina entre os leves. Na categoria de médios, destacam-se o Atego 1719, o 2426 6×2 e o 3030 8×2.

“Nossa preferência pelos Mercedes-Benz nessas duas categorias deve-se a um conjunto de fatores: qualidade dos caminhões, custo de manutenção, média de consumo, conforto para os motoristas, tecnologia e valor de revenda. As análises de todos esses indicadores apontaram para o Accelo e o Atego”, afirma André Façanha.

Axor 2536: divisor de águas

“Em 2019, a marca Mercedes-Benz também começou a participar mais intensamente da nossa frota de pesados”, ressalta o cliente. “Depois de conhecer, experimentar e aprovar o cavalo mecânico Axor 2536 6×2 em nossas operações, adquirimos mais de 100 unidades do modelo para renovação e ampliação de frota”. “O Axor 2536 6×2 foi um divisor de águas da marca na nossa frota, devido à tecnologia embarcada, média de consumo, custo de manutenção, além da aprovação dos nossos motoristas em relação ao conforto. Hoje, o custo/benefício do Axor nos faz considerar a Mercedes-Benz para nossos caminhões pesados. Estamos muito satisfeitos com os resultados que o Axor traz para nossas operações. Este é um investimento que nos traz bastante segurança”, afirma André Façanha.

Certificados prorrogados!

Previous article

De olho na safra!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaque