O mais emplacado do Brasil!
Volvo FH 540 é mais vendido no Brasil pela nona vez

Em 2021, o Volvo FH 540 repete mais um importante marco em sua já vitoriosa trajetória no mercado brasileiro: foi novamente o caminhão mais vendido entre todas as categorias comercializadas no país. O modelo ficou mais uma vez à frente de todos os demais, com o emplacamento de 8.935 unidades de janeiro a dezembro do ano passado, de acordo com estatísticas divulgadas hoje pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), entidade que reúne as concessionárias de todas as marcas no país.

Com este resultado, chega a nove o número de vezes em que o FH lidera o levantamento entre os caminhões pesados, nos últimos 13 anos. “Mais do que isso, de 2019 para cá o FH 540 lidera o ranking geral de caminhões no país, à frente até mesmo de modelos leves. É um feito inigualável no Brasil”, comemora Alcides Cavalcanti, diretor executivo de caminhões da Volvo.

“O FH se transformou em um objeto de desejo do transportador brasileiro. Com o preço do diesel elevado e um cenário competitivo de fretes, os atributos do caminhão se destacam: baixo consumo de combustível, menor custo de manutenção, grande robustez e disponibilidade, além do alto grau de tecnologia embarcada e conectividade. O modelo é definitivamente a melhor escolha em transporte comercial”, declara Cavalcanti. O executivo lembra também que a Volvo se preparou no início do ano passado com a contratação de 400 novos funcionários para aumentar a produção, o que garantiu a alta participação do Volvo FH no mercado.

Nova geração

Desde outubro, os Volvo FH entregues já são da nova geração, lançada no Brasil pouco tempo depois de apresentada na Europa. Eles trazem de série um inédito pacote de dispositivos de segurança, novo painel com avançada plataforma digital e avanços na aerodinâmica e na conectividade, que garantem um consumo de combustível até 5% menor do que a geração anterior. “A engenharia da Volvo está continuamente atualizando as tecnologias e aprimorando soluções no FH para proporcionar cada vez mais produtividade e segurança na operação de transporte”, destaca Cavalcanti.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
+ categorias