Volvo manda bem nos financiamentos!
Volvo faz bonito em 2021 e também bate recordes em financiamentos, seguros e consórcio

Se a Volvo vendeu bem e bateu recordes de vendas no ano passado, uma área foi também diretamente responsável pelo sucesso nos números. Claro, não adianta os concessionários “venderem bem o peixe” senão tiver a equipe que garante as condições financeiras necessárias para o cliente “canetar” o contrato.

Então, a Volvo Financial Services (VFS) encerrou 2021 com a conquista de vários recordes. No ano passado, alcançou R$ 4,8 bilhões em novos financiamentos, uma evolução de 65% em relação ao registrado no exercício anterior.

O Consórcio Volvo atingiu R$ 1,5 bilhão em novas quotas vendidas, a melhor marca em 30 anos desde o seu lançamento, com um aumento de 20% na comparação com os resultados de 2020, alcançando um volume histórico da carteira de R$ 4,1 bilhões. O montante de novos seguros e renovações, que atingiu R$ 118 milhões, foi também excepcional, superando os números de 2020 e de 2013, até então o melhor desempenho de toda a história da Corretora Volvo.

“Foi um ano excepcional! Conseguimos mais uma vez oferecer o que há de melhor em produtos financeiros para os clientes”, disse Carlos Ribeiro.

A carteira total de ativos gerenciados pela VSF alcançou R$ 12,5 bilhões, um crescimento de 36% frente aos R$ 9,3 bilhões do ano passado, somados os negócios de financiamento – Finame, CDC e Leasing – e o consórcio. Em um período ainda de limitações provocadas pela pandemia, o Banco Volvo manteve a participação nos negócios da marca, financiando cerca de 40% dos caminhões, ônibus e equipamentos de construção, somando-se as entregas via Consórcio e Banco Volvo.

“Foi um ano excepcional! Conseguimos mais uma vez oferecer o que há de melhor em produtos financeiros para os clientes no mercado brasileiro”, declara Carlos Ribeiro, presidente da Volvo Financial Services na América do Sul. Ele lembra que o Banco Volvo foi extremamente atuante no mercado, com mais de 10 mil propostas de financiamento analisadas ao longo do ano.

Inadimplência baixa

Além dos recordes e da evolução de vendas, outro ponto fundamental foi a taxa de inadimplência, a menor já registrada pela instituição desde sua fundação, ficando em valores abaixo de 1%. “Esse resultado consolida um cenário positivo no Brasil. Mostra que mercado vai indo muito bem e que temos uma carteira muito bem distribuída, bastante diversificada e estamos presentes em muitos segmentos diferentes”, observa o executivo.

Confiança

Ribeiro diz que, para que se atingisse essa performance, foi marcante também o apoio do Banco Volvo durante todo o período mais duro da pandemia, quando a instituição não se afastou do mercado, atuando diretamente com os clientes quando eles mais precisaram. Foram feitas dezenas de renegociações para que os clientes pudessem se adaptar à nova realidade. “Os clientes confiam no Banco Volvo, pois estamos juntos em todos os momentos”, destaca Ribeiro.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
+ categorias