Aquela força? Vai na Castello Branco!
CCR ViaOeste promove Parada do Desabafo e check-up de caminhões na Castello Branco

Dois importantes serviços voltados à saúde e bem-estar dos caminhoneiros serão oferecidos entre hoje e sexta-feira (de 16 a 18 de fevereiro) na base fixa do Programa Caminhos para a Saúde, localizada no km 57 da rodovia Castello Branco, por meio do Instituto CCR. Um deles é o check-up de caminhões, com avaliação dos principais itens de segurança dos veículos e orientações aos profissionais de transporte sobre a importância da manutenção preventiva. Essa atividade acontece nesta quarta e quinta-feira (16 e 17 de fevereiro), das 9 às 16 horas.

A Parada do Desabafo é outro diferencial que será proporcionado aos caminhoneiros e seus familiares. O atendimento acontecerá na quinta-feira e sexta-feira (17 e 18 de fevereiro), das 10 às 15 horas, em uma estrutura especial. Esse projeto tem como foco acolher motoristas e seus familiares em situação de vulnerabilidade emocional, como estresse, depressão, ansiedade, entre outras questões pessoais. O projeto respeita todas as informações obtidas e garante o sigilo do atendimento e a proteção de dados dos participantes.

O Programa Caminhos para a Saúde oferece acompanhamento contínuo e gratuito, desde 2001. Na base fixa localizada na rodovia Castello Branco, os motoristas também têm acesso a exames, tratamento odontológico, corte de cabelo e orientações sobre prevenção a doenças e alimentação adequada. O atendimento na base fixa do km 57 da rodovia Castello Branco acontece de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Caminhos para a Saúde

O Instituto CCR, responsável pela gestão de investimento social do Grupo CCR, está ampliando o seu tradicional programa ‘Estrada para a Saúde’, criado há mais de 20 anos. Inicialmente voltado ao acompanhamento da saúde dos caminhoneiros, o programa foi rebatizado e, agora, se chama Caminhos para a Saúde, medida que tem o objetivo de marcar a expansão dos serviços gratuitos de saúde para novos públicos, incluindo aqueles ligados aos modais de mobilidade/trilhos e de aeroportos.

“Com a restruturação do ‘Caminhos´ iremos oferecer serviços de saúde integral também para motociclistas e ciclistas, explica Jessica Trevisam, que responde pela gestão do Instituto CCR. “Uma parcela expressiva de entregadores poderá ser alcançada com a realização de exames de saúde, apoio à saúde emocional, ações de segurança viária, além de campanhas e ações preventivas e de bem-estar. Nossos usuários de metrô e dos aeroportos CCR também serão contemplados em breve”, acrescenta Jessica.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Audita aí!

Audita aí!

Com aumento na oferta de fretes , auditoria é solução para zerar erros de cálculo e realizar serviços mais precisos

+ categorias