CD da ZF é referência!
Centro de Distribuição da ZF Aftermarket no Brasil se tornou um dos mais avançados e digitais do grupo no mundo

A ZF Aftermarket comemora cinco anos de atividades do seu CD – Centro de Distribuição, localizado em Itu, SP onde se concentram as atividades de logística de peças das marcas ZF, LEMFÖRDER, SACHS e TRW, destinadas às linhas leve e pesada, considerando ainda equipamentos fora de estrada. Neste período, o Centro de Distribuição passou por melhorias contínuas e recebeu investimentos em equipamentos automatizados e em digitalização de processos que elevaram a produtividade da operação em 34%, com aumento na agilidade de entrega de peças aos clientes e integração de dados com toda a cadeia, sendo um dos mais digitalizados de toda a ZF Aftermarket no mundo.

De acordo com Bruno Silva, Gerente Sênior de Operações da ZF Aftermarket, trata-se de uma das maiores operações do mercado de reposição no Brasil atualmente, pois reúne um dos maiores portfólios, com a movimentação mensal de cinco milhões de autopeças, além de ser o primeiro Centro de Distribuição integrado da empresa no mundo. Esse número não inclui o volume movimentado pela marca WABCO, também pertencente à ZF Aftermarket, cujo centro de distribuição de peças está instalado em Campinas, SP.

A operação em Itu recebeu em cinco anos inversões da ordem de 18 milhões de reais em equipamentos e processos. “As inúmeras otimizações e transformações digitais baseadas em Big Data, IoT – Inteligência Artificial e Machine Learning, vem trazendo cada vez mais eficiência à logística de peças da ZF Aftermarket na América do Sul”, explica.

Muitos dos equipamentos utilizados na operação são robotizados e permitem integração de dados. O armazém conta com cinco elevadores automáticos, que quadruplicam a velocidade de atendimento dos pedidos, aplicando o conceito de Picking by Light de coleta, por indicações de lasers.  Além disso, há máquinas de embalagens automatizadas, estas com o sistema Picking-by-Voice, método de separação de peças a partir de comandos de voz dos operadores, entre inúmeras outros avanços. 

Desde o final de 2021, além da evolução na produtividade da operação, a utilização das soluções digitais e de automação também permitiram à ZF Aftermarket retirar definitivamente de cena o uso do papel em suas operações logísticas, tornando-se 100% paperless. Isso significa uma redução estimada de 320 mil folhas de papel que deixarão de ser utilizadas por ano em Itu, contribuindo de forma direta para o meio ambiente e metas de sustentabilidade da ZF com a redução da emissão de CO2.

Os novos sistemas adotados otimizaram o trabalho de cada operador e dos coordenadores, que ganharam atividades mais estratégicas dentro do processo. Segundo Bruno Silva, “em cada uma das atividades desenvolvidas dentro do CD, há a utilização de recursos digitais, desde o recebimento, armazenamento, embalagem, separação até a expedição final para o cliente, o que mostra um alto índice de comprometimento da ZF com os processos de digitalização.  

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Novas tarifas!

Novas tarifas!

Tarifas de linhas semiurbanas de diversas regiões do país são atualizadas

Quase real!

Quase real!

Honeywell melhora sua experiência de treinamento industrial com tecnologia de realidade aumentada

+ categorias