FH mira na economia de diesel!
Volvo lança pacote aerodinâmico para o FH visando maior economia de combustível

Economia de diesel sempre será um dos principais focos de todos do TRC. E ainda mais com o diesel nas alturas, todo tecnologia disponível é muito bem vinda. E a Volvo pensando nisso está oferecendo a partir deste mês no mercado brasileiro o Pacote Aero, um conjunto de soluções aerodinâmicas e tecnológicas para diminuir ainda mais o consumo de combustível da linha FH. A montadora afirma que dependendo do tipo de configuração do caminhão, a economia de diesel pode ser de 3% a até 8%.

“O combustível é o principal item da planilha de custos do transporte. Com os preços cada vez mais altos, qualquer redução contribui decisivamente para aumentar a rentabilidade do transportador nesse competitivo ambiente de negócios”, declara Jeseniel Valério, gerente de engenharia de vendas da Volvo. A redução de consumo contribui também para maior sustentabilidade no transporte, com menos emissões de gases CO2, que provocam efeito estufa.

Detalhe do defletor: Volvo quer melhorar a economia no bruto

O pacote atua em pontos específicos do veículo, melhorando não somente a aerodinâmica do cavalo-mecânico, mas de todo o conjunto, incluindo a carreta. “Estamos recriando nossa solução nessa área e os benefícios são muitos: economia de combustível, aerodinâmica, mais segurança e conforto, diminuição do atrito de rodagem, design e diferenciação da parte externa, além de ganhos ambientais”, afirma Julio Lodetti, engenheiro de vendas da Volvo.

A nova oferta contempla defletores laterais, defletor de teto, spoiler dianteiro, defletores de chassis, suspensão pneumática, entre-eixos mais curto, para-lamas traseiros integrais, para-lamas dianteiros envolventes, relação de diferencial mais longa e, opcionalmente, tanque de Arla atrás da cabine. As estimativas de diminuição do consumo são de até 8% para o FH 6×2 (usando relação longa 2,85:1, quando possível), até 5% para o FH 6×4 e até 3% para o FH 4×2.

Defletor de chassi: pacote completo pode chegar a economizar até 8%

A vantagem é conseguida por meio do menor arrasto que o conjunto cavalo mecânico/carreta tem com a introdução das novidades. Alguns itens ajudam inclusive a diminuir a resistência do ar no implemento, já que um dos objetivos é diminuir a turbulência do ar que pode ocorrer entre o cavalo-mecânico e a carreta. “Por isso, os ganhos em economia podem variar conforme aplicação, tipo do implemento, rota, topografia e velocidades, entre outros itens”, diz o gerente.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Rodovias 5 estrelas!

Rodovias 5 estrelas!

DNIT avança na classificação de rodovias federais pela metodologia IRAP

+ categorias