Scania com o pé na automação no Brasil!
Montadora inicia os testes com o P 280 8x4 com nível 2 de automação para transbordo de cana

Falou em circuito fechado aí pode entrar tranquilamente os caminhões autônomos, pelo menos aqui no Brasil. E se a concorrência já está vendendo por aí, a Scania tratou de correr e já colocar seu pé também nesse nicho. A montadora já detém a tecnologia lá fora e agora traz para testes o modelo P 280 8×4 com nível de automação 2, que chega para atender operações de transborde de cana.

Por ter nível 2, o veículo opera por georreferenciamento, que recebendo sinais do satélite o mantém em linha reta sem a intervenção do motorista ao volante. Contudo, manobrar, freiar e acelerar ainda necessita do condutor operando. O veículo está equipado com caixa de câmbio automatizada Optcruise de 14 velocidades, sendo duas marchas superlentas. O eixo traseiro tem capacidade máxima de tração (CMT) para 150 toneladas. O peso bruto total (PBT – soma dos pesos do caminhão, do implemento e da carga em ordem de marcha) chega a 50 toneladas.

“O veículo é completo, tem pneus de alta flutuação (mais largos), para não compactar a lavoura e utiliza a automação com georreferenciamento que, recebendo sinais do satélite, operará no trajeto desejado sem a intervenção do motorista ao volante, além de reduzir perdas por pisoteamento de plantas durante a colheita e oferecer significativa economia de combustível”, coloca Paulo Genezini, gerente de Pré-Vendas da Scania no Brasil.

A gama do autônomo para transbordo tem opções do P 280 nas configurações de roda 6×4 e 8×4 movidas a diesel e também uma versão 6×4 a gás e/ou biometano.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
+ categorias