Olho grande!
Transporte de agro e entregas são impulsionados pelo reaquecimento da economia e se tornam alvos de ladrões de cargas

Impulsionados pela demanda gerada pela pandemia, o setor do agronegócio tem sido um dos que mais sofreram. Os roubos e furtos de caminhões em Mato Grosso aumentaram 98% em 2021 em relação a 2020, segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp). No ano passado, foram registrados 161 roubos e 91 furtos de caminhões no estado. As cidades com os maiores índices desse tipo de crime são Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. “Com o reaquecimento da economia em 2021 por conta do agronegócio e principalmente na região de Mato Grosso, localização estratégica, os caminhões se tornaram alvos de bandidos que levam as cargas para a Bolívia e trocam por entorpecentes” – explica o comandante do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), Fábio Ricas.

Em meio às crescentes tensões de abastecimento de fertilizantes vindos da Rússia, decorrentes da guerra na Ucrânia, as estatísticas de roubos de carga tendem a se agravar, uma vez que o volume negociado aumente por conta do receio de desabastecimento. “Geralmente, quando há preocupação de um possível risco de desabastecimento, como o que vem acontecendo agora com os fertilizantes, os produtores tendem a aumentar seus pedidos de modo a minimizarem prejuízos decorrentes de uma possível falta de estoque. Como esse tipo de produto é uma carga bastante visada, as estatísticas de roubo a cargas tendem a aumentar drasticamente” – explica Luiz Henrique Nascimento, diretor comercial da T4S Tecnologia.

Esse aumento considerável de volume transportado pelo agronegócio, gerado pela demanda emergencial de defensivos agrícolas, tende a obrigar as empresas de transportes rodoviários a partir de 2022 focar em soluções preventivas.

Com o objetivo de inovar e contribuir de forma efetiva na diminuição dos prejuízos milionários dos roubos de carga no Brasil, a T4S desenvolveu soluções tecnológicas inéditas e exclusivas. Uma delas é a Blindagem Elétrica, já consolidada e utilizada pelas maiores transportadoras do país, incluindo multinacionais.

O sistema funciona com placas energizadas colocadas em toda a parte interna do baú do caminhão, combinadas com um mix de materiais que oferecem isolamento e resistência física. Por se tratar de uma solução tecnológica com 100% de efetividade, segura para os operadores e transeuntes a Blindagem Elétrica já se encontra devidamente referenciada pelas principais Seguradoras e Gerenciadoras de Risco do país.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Audita aí!

Audita aí!

Com aumento na oferta de fretes , auditoria é solução para zerar erros de cálculo e realizar serviços mais precisos

+ categorias