Fabus comprometida!
Associação de fabricantes de ônibus adere ao plano nacional para reduzir mortes no trânsito

Com a meta de reduzir à metade o número de vítimas no trânsito em 10 anos, o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) recebeu um importante reforço nesta segunda-feira (2). A Associação Nacional dos Fabricantes de Ônibus (Fabus) assinou termo de cooperação aderindo a dois pilares da iniciativa: segurança veicular e educação para o trânsito.

São seis pilares previstos no Pnatrans, criado pela Lei 13.614/2018: gestão de segurança no trânsito; vias seguras; segurança veicular; educação para o trânsito; atendimento às vítimas; e a normatização e fiscalização. Participaram da cerimônia de assinatura em Caxias do Sul (RS), que ocorre dentro do Maio Amarelo, o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, e o secretário nacional de Trânsito, Frederico Carneiro.

“É positivamente simbólico o Maio Amarelo começar com a adesão dessa importante associação. Com o auxílio de entidades representativas, as ações ligadas a segurança veicular e educação para o trânsito chegarão a mais pessoas. Reduzir à metade até 2028 o número de pessoas feridas e mortas no trânsito é um trabalho de todos. Atuando em conjunto, é possível preservar 86 mil vidas”, avaliou o ministro.

Até o momento, já declararam compromisso ao plano, que traz 160 ações prioritárias para reduzir o número de fatalidades nas rodovias, 16 unidades da Federação – como o próprio Rio Grande do Sul – e entidades como a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças).

Com informações Minfra

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Diretor novo na DAF!

Diretor novo na DAF!

DAF Caminhões Brasil anuncia novo Diretor de Materiais e Logística

Duplica que desenvolve!

Duplica que desenvolve!

Duplicação da BR-101/SE vai desenvolver turismo na divisa do Sergipe com Alagoas

+ categorias