Cummins rumo ao crescimento!
Cummins Inc. anuncia resultados do primeiro trimestre de 2022

A Cummins Inc. divulgou os resultados do primeiro trimestre de 2022. As receitas neste período, de US$ 6,4 bilhões, registraram aumento de 5% em relação ao mesmo trimestre de 2021. As vendas na América do Norte aumentaram 12%, enquanto as receitas internacionais reduziram 3%, impulsionadas principalmente por uma desaceleração na China.

“A demanda por nossos produtos continua forte em muitos de nossos principais mercados e regiões, resultando em receitas recordes no primeiro trimestre de 2022. Implementamos ações de precificação para combater o aumento dos custos de insumos, o que contribuiu para uma rentabilidade sólida no primeiro trimestre. As restrições da cadeia de suprimentos continuam a ser um desafio e estão limitando o crescimento em nossa indústria”, disse o presidente e CEO, Tom Linebarger.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) no primeiro trimestre foi de US$ 755 milhões (11,8% das vendas), comparado a US$ 980 milhões (16,1% das vendas) de um ano atrás.

O lucro líquido atribuível à Cummins no primeiro trimestre foi de US$ 418 milhões (US$ 2,92 por ação diluída) em comparação com US$ 603 milhões (US$ 4,07 por ação diluída) em 2021. Os resultados do primeiro trimestre incluem custos de US$ 158 milhões (US$ 1,03 por ação diluída) relacionados à suspensão indefinida das operações na Rússia e de US$ 17 milhões (US$ 0,09 por ação diluída) relacionados à separação do negócio de Filtração.

Os custos incorridos relacionados à suspensão indefinida das operações na Rússia incluem redução de estoque, reservas sobre contas a receber, enfraquecimento de um investimento em uma joint venture e outros custos. A taxa de imposto no primeiro trimestre foi de 26,8%, incluindo US$ 31 milhões, ou US$ 0,22 por ação, de itens discretos desfavoráveis.

Perspectivas 2022 – Com base nas estimativas atuais, a Cummins está elevando suas expectativas de receita para o ano de 2022 em até 8%, o que representa um aumento de 6% devido à maior demanda na América do Norte e em outros mercados. O EBITDA deverá ser de aproximadamente 15,5%, em linha com a previsão anterior. A empresa planeja devolver aproximadamente 50% do Fluxo de Caixa Operacional aos acionistas na forma de dividendos e recompras de ações.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Audita aí!

Audita aí!

Com aumento na oferta de fretes , auditoria é solução para zerar erros de cálculo e realizar serviços mais precisos

+ categorias