Scudo é a nova arma da Fiat nos utilitários!
Montadora quer repetir o sucesso dos primos Jumpy da Citroen e Expert da Peugeot

E-commerce. Logística. Delivery. Last mile. Todas são palavras ou operações que fizeram a Fiat se apressar a apresentar para o mercado brasileiro o Scudo, seu mais novo utilitário. Diga-se de passagem, o mais novo membro do portfólio é aquela “cara de um focinho do outro” em relação aos primos dentro do grupo Stellantis Jumpy da Citroen e Expert da Peugeot.

Contudo, o Scudo (que já roda em terras europeias desde 1995) chega carregando o nome forte da marca italiana para também ser um sucesso de vendas, ficando entre o menor Fiorino e a maior Ducato, “pegando” o público empreendedor e com carteira B. O veículo tem 5.30 m de comprimento, carrega 6.1 m³ de volume ou 1.5 toneladas de carga e 1.98 m de altura para acessar praticamente todos os lugares no carrega e descarrega do dia a dia.

Nas versões, são oferecidas a versão Cargo para transporte de cargas, a Multi, customizada para diversos tipos de operação como ambulância, petshops, hortifrúti, oficina móvel, lojas etc. E dentro da Multi ainda existe a opção familiar Family. Com 8 lugares, é ideal para quem tem família grande, pois conta com revestimento interno de alto padrão, bancos reclináveis, ar-condicionado para todos os ocupantes e 850 litros de porta-malas (a Vito da Mercedes-Benz também tinha esta opção, mas a montadora alemã resolveu descontinuar o modelo por aqui).

“Com amplo conhecimento do mercado de veículos comerciais leves para trabalho, a Fiat é parceira há algumas décadas já de frotistas e profissionais autônomos em seus negócios nos segmentos B e E, com a Nova Fiorino (lançada no fim de 2021) e Ducato, respectivamente. Nosso objetivo agora é atingir 100% de cobertura do mercado de furgões. Com o Scudo, atenderemos os clientes da categoria D que buscam agilidade, produtividade e rentabilidade em um utilitário. Além disso, damos mais um passo no caminho da eletrificação, oferecendo uma nova opção de mobilidade com o e-Scudo, a primeira van elétrica da Fiat no Brasil”, afirma Herlander Zola, vice-presidente sênior da Fiat na América do Sul.

Na motorização, o mesmo turbodiesel 1.5 de 120 cavalos e 300 N.M de torque dos primos franceses. Com câmbio manual de seis velocidades, a capacidade do tanque é de 69 litros e o modelo tem autonomia média de 800 km. Conta ainda com tanque para AdBlue® (mistura de água e uréia – equivalente ao Arla 32) para tratar os gases de exaustão e reduzir a emissão de poluentes.

e-Scudo

Seguindo o caminho da eletrificação, a Fiat traz mais um modelo elétrico para a sua gama. O e-Scudo, seu primeiro utilitário 100% elétrico no Brasil. Com a maior autonomia da categoria (330km), o veículo é equipado com motor elétrico com 136 cv de potência (100 kW) e 260 Nm de torque imediato.

Com propulsor totalmente elétrico, o e-Scudo não emite CO2, ruídos e vibrações, promovendo uma condução suave e sem choques com torque disponível instantaneamente. O e-Scudo foi desenvolvido sob a plataforma multienergy, com um conjunto de baterias de íons de lítio de 75 kWh, OBC de 11 kW trifásico e motor elétrico, que garantem a impressionante autonomia do utilitário.

Outro destaque é o fácil carregamento com carga rápida de até 80% em 48 minutos. Também há outras funcionalidades que otimizam o consumo, como o break mode, função de frenagem regenerativa que atua como um freio motor, o que permite conservar ou mesmo recarregar parcialmente a bateria.

Preços de cada versão:

-Fiat Scudo Cargo: R$ 187.490

-Fiat Scudo Multi: R$ 192.490

-Fiat e-Scudo Cargo: R$ 329.990

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
+ categorias