Setor de caminhões deve repetir 2021!
Setor de caminhões deve fechar ano com mesmos números de 2021 na produção

O setor de caminhões mostra que está firme e forte na produção de nossas montadoras. Mesmo com a ainda falta de componentes os números da Anfavea se não são ótimos, também merecem respeito. O mês de junho foram 13,370 mil caminhões produzidos, ou 4,1% menor que o de maio.

Se comparamos o primeiro semestre de 2022 com o do ano passado são 71,772 mil veículos, queda de 3,9%. O resultado se dá da falta de componentes nas linhas de montagem e cadeia. “Não é apenas a falta de semicondutores, há um grande desafio logístico para abastecer as linhas”, coloca o vice-presidente da Anfavea, Gustavo Bonini.

Por segmento, os pesados sempre puxando a fila. Foram 34.042 veículos de janeiro a junho, seguidos dos semipesados com 22.897 unidades, depois os leves com 10.623 unidades produzidas, médios com 3.405 e semileves com 805 exemplares. “Os caminhões pesados mantêm a maior relevância, com cerca de 50% das vendas e ainda impulsionados pelo agronegócio, mineração e construção civil”, diz o executivo.

Diante do cenário, a Associação reviu as projeções. Agora o número para caminhões deve bater na casa dos 159 mil veículos.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Rock na estrada!

Rock na estrada!

Rock in Rio aquece as reservas de viagens de ônibus pela Buser

+ categorias