Obras retomadas!
DNIT retoma em parceria com o Exército Brasileiro as obras de pavimentação na BR-367 em Minas Gerais

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em parceria com o Exército Brasileiro, retomou os serviços de implantação e pavimentação na BR-367/MG. A obra localizada entre os municípios de Salto da Divisa e Almenara, tem investimento aproximado de R$ 328 milhões. O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, e o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho, visitaram a área do empreendimento.

O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, reforçou a sinergia entre os órgãos. “É um privilégio e uma honra estar aqui nessa região. Estamos cumprindo uma de nossas missões. Vamos pavimentar mais de 60 quilômetros e é um investimento que vai trazer desenvolvimento para o estado. É nossa prioridade e contamos com a importante parceria do Exército Brasileiro para tornar realidade esse empreendimento”, afirmou.

Durante a visita, o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, destacou a importância da rodovia para a economia do país. “É uma obra que vai proporcionar um maior desenvolvimento para o Norte de Minas Gerais, e inclusive é uma região que faz divisa com o estado da Bahia. Ficamos muito felizes, são muitos desafios, mas a obra está em andamento”, disse.                                                              

Atualmente, estão sendo feitos serviços de terraplanagem entre os km 45 e km 53 próximo da cidade de Jacinto/MG. A pavimentação do km 0 ao km 61,6 da rodovia proporcionará melhorias na mobilidade de tráfego entre os dois estados, Minas Gerais e Bahia, contribuindo assim para a integração socioeconômica da região do Vale do Jequitinhonha.

A BR-367/MG passa por cidades como Salto da Divisa, Jacinto, Almenara, Jequitinhonha, Araçuaí, Virgem da Lapa, Berilo, Chapada do Norte, Minas Novas, Turmalina, Couto de Magalhães, Diamantina e Gouveia. O local é um corredor de transporte turístico e também de cargas, principalmente de eucalipto, que é cultivado em Minas e segue para as fábricas de celulose instaladas no estado baiano. Dessa forma, a estrada é importante para o escoamento de madeira, minérios, além do potencial turístico no sul da Bahia.

Com informações Dnit

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Cuidado no transporte!

Cuidado no transporte!

Transporte clandestino cresce 54% no Brasil. De janeiro a outubro do ano passado, a ANTT  autuou 1.287 veículos

Em destaque!

Em destaque!

Mercado de trabalho no transporte é destaque do panorama econômico atual do Brasil

Pesados crescendo!

Pesados crescendo!

Movimento de veículos pesados impulsiona tráfego nas rodovias de São Paulo e Rio de Janeiro

+ categorias