Conferir de perto o autônomo!
Líderes da Mercedes-Benz Trucks visitam operação de caminhão autônomo da marca em Amparo (SP)

Na última edição da Fenatran, em novembro passado, Karin Rådström, membro do Conselho Administrativo da Daimler Truck AG, responsável pelas regiões Europa e América Latina e pela marca Mercedes-Benz Trucks, e o Prof. Uwe Baake, chefe de Desenvolvimento de Produto da Mercedes-Benz Trucks, acompanharam o lançamento do Mercedes-Benz Atego 1730, primeiro caminhão com direção autônoma que atua em operação controlada e que foi especialmente adaptado para um negócio exclusivo do Brasil.

Na terça-feira, 31 de janeiro, os executivos da matriz da Companhia retornaram ao Brasil para reuniões de negócios na região da América Latina e também para conhecerem a operação desse inovador veículo, em testes, na planta industrial da Ypê, empresa 100% brasileira que atua no segmento de higiene e limpeza, localizada na cidade de Amparo (SP). Nesta moderna planta da Ypê, o Atego autônomo interliga as linhas de produção com o Centro de Distribuição 4.0, um dos mais tecnológicos do Hemisfério Sul.

Juntamente com Karin Rådström e o Prof. Uwe Baake, participaram da visita à Ypê: Achim Puchert, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina; Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil; Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil; Dr. Daniel Spinelli, diretor de Desenvolvimento Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil e Luis Carlos Costa, gerente de Desenvolvimento de Produto – CTT da Mercedes-Benz do Brasil.

Parceria com a startup Lume Robotics

O inovador cavalo mecânico Atego 1730 com direção autônoma para ambientes controlados é fruto de uma parceria da Mercedes-Benz do Brasil com a startup Lume Robotics, responsável pela tecnologia de automação agregada ao veículo. Por meio de um processo de customização e parametrização, o modelo em questão foi especificamente configurado para uma demanda exclusiva da Ypê em sua fábrica de Amparo.

“Nossa Empresa é uma das fabricantes de veículos que mais interagem com startups no País e essa iniciativa nos traz novas e ótimas experiências, além de muito conhecimento junto com a Lume Robotics, que é referência em automação no Brasil. Temos pensado fora da caixa, olhando para além dos portões da nossa fábrica e unido expertises com outros especialistas. Este é o caso do caminhão autônomo em parceria com a Lume Robotics, uma tecnologia sem precedentes em nosso País”, destaca Achim Puchert. “Ou seja, juntamos nossa expertise em caminhões com a da Lume Robotics em mobilidade autônoma e com a Ypê, que tem um dos centros de distribuição mais modernos do Brasil. Nosso foco é entregar o melhor produto de tecnologia mais recente para o nosso cliente, seja qual for sua necessidade e especificidade”.

Caminhão autônomo impulsiona um novo modelo de negócio no País

“Além de desenvolver uma avançada solução tecnológica para novas demandas dos clientes e novas tendências do mercado, a Mercedes-Benz vai mais longe, chegando a um novo modelo de negócio no Brasil”, afirma Roberto Leoncini. “Passamos a oferecer também uma consultoria especializada no ecossistema de veículos autônomos em ambientes controlados, com entrega de soluções customizadas aos clientes. Ou seja, mais do que a venda técnica de produtos, oferecemos uma venda consultiva para os clientes. O grande diferencial é que cada operação com caminhão autônomo tem suas características e necessidades específicas. Nossas equipes fazem levantamentos caso a caso, propondo as soluções de automação mais assertivas e indicadas”.

No caso das quatro unidades vendidas para a Ypê, o caminhão autônomo Atego (modelo escolhido pelo cliente) se movimenta em áreas confinadas e controladas, a baixa velocidade e com alta precisão nas manobras. “Devido à atuação de diversos sensores e câmeras, o sistema da Lume Robotics reconhece todos os obstáculos que foram mapeados, incluindo pedestres. Com inteligência artificial, o caminhão memoriza todas as características do local onde atua”, diz Roberto Leoncini. “É importante ressaltar que o motorista segue presente na logística da operação, acompanhando o processo e podendo até realizar outras tarefas”.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Mais uma boa venda!

Mais uma boa venda!

Rápido Sumaré receberá primeiros 55 chassis 17-280 da Iveco Bus para atuar no interior do estado de SP

Rio Branco “careira”!

Rio Branco “careira”!

Complexidade do mercado faz Rio Branco voltar a ser a capital com diesel mais caro do país

Tector está renovado!

Tector está renovado!

Iveco mexe no Tector e apresenta novo design e melhorias em conforto para o motorista

+ categorias