Começou o pedágio!
ANTT autoriza início da cobrança de pedágio nas praças P4 e P5 em Viúva Graça (RJ)

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou, por meio da Deliberação nº 56/2023, a autorização para o início da cobrança de pedágio nas praças P4 e P5, em Viúva Graça (RJ), no trecho concedido da BR-116/465/493/RJ/MG, explorado pela nova concessionária EcoRioMinas Concessionária de Rodovias S.A..

A deliberação também aprova o reajuste da Tarifa Básica de Pedágio (TBP), que indicou percentual positivo de 9,12%, referente à variação do Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) no período entre a data-base da tarifa ofertada no leilão (outubro de 2021) e a data de assunção do restante do sistema rodoviário (setembro de 2022), com vista à recomposição tarifária. A decisão aprova, em consequência, a TBP no valor de R$ 15,10089, para as praças de pedágio BR-116/RJ.

Após o reajuste e arredondamento, a Tarifa Básica de Pedágio, como indica a tabela anexa, para a categoria 1 de veículos, passa a operar no valor de  R$ 15,10, nas praças de pedágio de P4 e P5, “Viúva Graça” e “Viúva Graça B”.

As novas praças, anteriormente pertencentes à concessão da CCR RioSP, agora fazem parte de um novo contrato de concessão, com a EcoRioMinas. Com o início da nova concessão, os termos, acordos e as isenções vigentes no contrato anterior estão descontinuados.

As tarifas reajustadas já estão em vigor desde ontem  1º/3/2023.

Com informações ANTT

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Balanço divulgado!

Balanço divulgado!

ANTT divulga balanço com as ações dos 30 primeiros dias de Concessão no Lote 1 das Rodovias Integradas do Paraná

Por mais segurança!

Por mais segurança!

Entidades patronais do setor de transporte de cargas traçam estratégias colaborativas para reforçar segurança nas estradas

Expandindo a frota!

Expandindo a frota!

Tecmar investe R$ 66,2 milhões em expansão de frota e novas unidades de negócio

+ categorias