Um óleo para os brutos!
Ipiranga Lubrificantes lança novo lubrificante sintético da linha Brutus para veículos pesados

A Ipiranga Lubrificantes lançou nesta semana seu novo lubrificante 100% sintético para veículos pesados: o Ipiranga Brutus Sintético 10W40. Atende a exigente norma da Volkswagem Caminhões por meio da especificação MAN M 3277, atendendo aos requerimentos dos motores MAN D08 e D26. Foi desenvolvido com o estado da arte da tecnologia de aditivação, com ação protetiva contra a formação de depósitos e borra, que se traduzem na manutenção da potência do veículo e no prolongamento da sua vida útil.

O novo membro da linha Brutus ainda tem elevada estabilidade térmica e química, com versatilidade de uso em veículos que utilizem óleo diesel S10 ou S500. É recomendado para motores quatros tempos de caminhões movidos a diesel aspirados ou turboalimentados, inclusive aqueles com sistema de pós-tratamento do tipo SCR e EGR/DOC, além de modelos mais antigos com uso rodoviário ou off-road. Atende uma parte importante do pátio de caminhões do Brasil em sinergia com uma frota que vem crescendo no mercado de reposição.

“Este é um dos principais lançamentos da Ipiranga Lubrificantes para a frota de pesados em 2023. Analisamos as tendências do mercado e estamos trazendo um produto com a qualidade Ipiranga, que os consumidores já conhecem com um ótimo custo-benefício para atender uma frota importante do mercado brasileiro. O Ipiranga Brutus Sintético 10W40 poderá ser encontrado em diversos pontos de venda do país em 20L, 200L, 1000L e granel”, comenta Paulo Gomes, diretor de marketing da ICONIC, gestora da marca Ipiranga Lubrificantes.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Mais acessível!

Mais acessível!

Região serrana do Rio atrai turismo de inverno com passagens de ônibus acessíveis

Olho no meio ambiente!

Olho no meio ambiente!

Uso de asfalto reciclado pela Arteris pode reduzir em até 50% as emissões de CO2 em comparação ao material convencional

Seguindo em frente!

Seguindo em frente!

DNIT segue trabalhando para entregar obras de adequação da BR-230/PB, em Campina Grande

+ categorias