Tecnologia é tudo!
Pesquisa revela que caminhoneiros definem tecnologia como essencial na segurança das estradas

A campanha Maio Amarelo, que alerta para o alto índice de acidentes de trânsito, está completando 10 anos, e ainda há muito trabalho pela frente quando o assunto é segurança nas estradas e redução de acidentes.

Segundo o DATASUS, o trânsito ainda mata mais de 33 mil pessoas por ano no Brasil, e o país não tem conseguido cumprir o compromisso internacional com a ONU de reduzir pela metade o número de mortes até 2028. Só no Estado de São Paulo, as mortes no trânsito, que vinham caindo, voltaram a subir, no ano passado. Nas rodovias federais, acidentes com caminhões representam 47% do total (Anuário Estatístico da PRF 2022).

Para conscientizar os motoristas e oferecer soluções de transporte cada vez mais seguras, a LOTS Group, empresa de logística do grupo Scania, realizou, em abril deste ano, a pesquisa “Segurança nas Estradas”, com 291 motoristas de caminhão que fazem parte do quadro de colaboradores da companhia.

“Em todas as nossas operações, Segurança é a prioridade número um, não há nada mais importante. Investimos muito em treinamentos e na conscientização do nosso time e utilizamos a pesquisa como termômetro para avaliar o nível de percepção de risco dos nossos colaboradores, além da eficácia de nossas medidas preventivas. Entendemos que condutores conscientes e com boa percepção de riscos, adotam  comportamentos seguros, colaborando não só para a sua própria segurança, mas para um trânsito melhor para todos.”, explica Fernando Valiate, COO da LOTS Group Latin America.

Tecnologia

Para monitorar a frota e evitar falhas e imprudência, a LOTS Group investe em diversas tecnologias voltadas à segurança de suas operações como georreferenciamento dinâmico, monitoramento de estradas, gestão de pneus, vídeo monitoramento, telemetria, entre outras. Todos os veículos do grupo são conectados e possuem monitoramento 24h por dia para maior segurança e tomadas de decisão em tempo real.

Na pesquisa “Segurança nas Estradas”, os caminhoneiros apontaram o checklist virtual do veículo (87,2%), procedimento realizado pelo motorista por um tablet que verifica diversos pontos do caminhão para atestar que o veículo está apto para iniciar o turno, além da manutenção dos equipamento em dia, como as principais soluções de segurança. Em seguida, estão as câmeras de monitoramento de fadiga instaladas dentro do veículo (70,3%).

“Utilizamos a tecnologia como ferramenta para alcançar melhorias. Fomos pioneiros ao investir nas câmeras de monitoramento inteligentes no Brasil, em um período em que nem mesmo nossos clientes percebiam o valor das mesmas. Hoje, após 5 anos, não só provamos o seu valor para nossos clientes, como também ajudamos a criar uma nova percepção de valor em todo o mercado de transportes. As câmeras captam os movimentos do motorista e todas as suas ações dentro do caminhão por meio de inteligência artificial. Elas monitoram se o condutor está distraído, desviando o foco da estrada, cansado, com sono, sem uma das mãos no volante, ou até mesmo utilizando o celular. Após a implementação da tecnologia, constatamos a diminuição de 100% do uso do celular, que é considerada a terceira maior causa de mortes no trânsito no Brasil, diminuímos em 87% a ocorrência de fadiga além de reduzirmos em 78% o excesso de velocidade. Estamos celebrando cinco anos de atuação aqui na nossa região, Brasil, Chile e Peru, e não possuímos nenhum acidente fatal ou mesmo acidente pessoal grave com nossos colaboradores, isso graças à forte cultura de segurança que implementamos em nossas operações.”, revela o executivo.

Ele ressalta ainda que todos os condutores da empresa passam por treinamentos rígidos antes de iniciarem os trabalhos na empresa e anualmente há capacitações para reciclagem de direção segura e responsável. Além disso, o grupo tem uma parceria com o SEST SENAT e oferece um curso online gratuito para qualquer pessoa que queira aprender mais sobre direção segura e eficiente, saiba mais aqui.  

Pesquisa

Para a maioria dos caminhoneiros (79,7%,) que responderam o questionário “Segurança nas Estradas”, o uso de cinto de segurança foi apontado como o principal item de segurança, inclusive, para evitar lesões graves e até a morte em casos de acidentes. Em seguida estão: não fazer ultrapassagens proibidas (71,4%), não dirigir com sono ou cansado (57,2%), não ultrapassar a velocidade permitida (52,1%) e manter em dia a revisão e manutenção do veículo (32,8%).

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Caminhão do Consórcio!

Caminhão do Consórcio!

Scania Consórcio lança ação ‘Caminhão do Consórcio’ com pacote extra de acessórios e benefícios

Pãozinho quente elétrico!

Pãozinho quente elétrico!

Iveco aposta agora na chegada da eDaily para entrar definitivamente na eletromobilidade no Brasil

Na coleta sem barulho!

Na coleta sem barulho!

FM Elétrico da Volvo inicia operação de coleta de lixo na cidade de Curitiba (PR)

+ categorias