Passarela é para ser usada!
47% dos atropelamentos nas rodovias concedidas ocorrem próximo às passarelas

Atravessar as rodovias exige muita cautela por parte do pedestre. A travessia segura pode ser feita em passarelas, passagens elevadas ou subterrâneas sempre que estas infraestruturas estiverem disponíveis. As travessias também podem ser realizadas em locais devidamente sinalizados com placas de sinalização que advertem os motoristas para a presença de pedestres no trecho. Levantamento feito pela ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo aponta que 47% dos 694 atropelamentos que ocorreram nos 11,1 mil quilômetros de rodovias sob concessão em 2022 aconteceram a 600 metros ou menos de passarelas.

Diante destes números, o movimento Maio Amarelo, por meio de ações como Café na Passarela e Pedestre na Via, organizados pelas concessionárias que administram a malha concedida, reforça a importância da utilização deste equipamento para fazer a travessia segura.

“A velocidade nas rodovias é alta e à noite, principalmente, há dificuldade em enxergar o pedestre que eventualmente esteja na pista, e o risco de ocorrer um atropelamento é muito grande. Por isso, a recomendação é usar a passarela para garantir a sua segurança”, alerta Milton Persoli, diretor geral da ARTESP.

A implantação de passarelas faz parte das obrigações dos contratos do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado. Atualmente, as rodovias concedidas possuem 403 passarelas, número 60% maior que em 2022 (quando eram 238). Para a instalação dos equipamentos são feitos estudos que identificam as áreas de maior fluxo de pedestres, especialmente próximo a áreas urbanizadas adjacentes às rodovias.

Além disso, a estrutura do equipamento também obedece a especificações técnicas para atender às necessidades dos pedestres e também dos ciclistas, como largura e nível de inclinação dentro das diretrizes estipuladas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABTN).  Vale lembrar que motos não podem utilizar as passarelas; algumas delas contam, inclusive, com trava-motos, acessórios que impedem que motociclistas utilizem essa travessia. 

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Agora estabilizou!

Agora estabilizou!

Preço do GNV registra estabilidade na Região Sudeste na primeira quinzena de maio

Salvando a colheita!

Salvando a colheita!

Vendas totais de pneus têm queda de 10.2% no quadrimestre. Pneus de carga têm alta de 1.3%

+ categorias