É só recapar que vai!
Paganini Logística reduz em 70% os custos com pneus de segunda vida

Realizando o transporte de cerca de 8 mil toneladas de cargas líquidas/mês, a Paganini Logística tem nos pneus um de seus maiores custos operacionais. A empresa consome cerca de 1.100 pneus a cada 15 meses, resultando em uma média mensal de 80 unidades. Por isso, a Paganini ampliou em 2019, a parceria com a Continental para o fornecimento não apenas dos pneus novos, mas também das bandas de rodagem Conti Tread™ para aplicação em segunda vida.

“As bandas da Continental empregam o mesmo desenho do pneu original, composto específico e foram preparadas para aplicação na carcaça original da marca. Desta forma, temos um pneu em segunda vida operando como novo e nos entregando as mesmas qualidades que nos levaram a optar por ele em nossa aplicação. Nossos pneus rodam – em primeira vida e recapados – cerca de 220 mil km”, destaca o empresário Eduardo Paganini, que acumula mais de 30 anos de experiência no transporte rodoviário de cargas. “Recapamos uma média de 70/pneus mês e eles representam uma redução de custo de 70% em relação ao valor de um pneu novo”, complementa.

Ao ampliar a vida útil do pneu, a recapagem dá uma importante contribuição para o meio ambiente, adiando seu descarte e preservando a carcaça original para novas vidas, ao mesmo tempo em que também protege o investimento feito na aquisição de um pneu novo.

“Cada um de nossos pneus para os segmentos de longa distância, tráfego regional, tráfego urbano e construção tem sua respectiva banda de rodagem para um melhor aproveitamento do ciclo completo de sua vidaA Paganini comprova na prática o sucesso do ContiLifeCycle, o modelo de gestão de toda a vida útil dos pneus de carga da marca. Ele abrange da produção ao descarte correto, passando pela recapagem e pelo monitoramento digital de temperatura e pressão.”, explica Thais Oliveira, diretora de vendas de pneus de carga da Continental para a região Mercosul.

Comparado a um pneu novo, um pneu recapado representa uma economia de 70% em extração de recursos naturais, uma redução de 24% na emissão de CO2, redução de 19% no consumo de água e de 21% na poluição do ar.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Atendendo a pedidos!

Atendendo a pedidos!

Volvo já oferece caminhões FH que podem rodar com 100% de Biodiesel

De fretado com Volare!

De fretado com Volare!

Estt Brasil Transportes e Turismo compra sete micros Volare para operação de fretamento

Assento reservado!

Assento reservado!

Avança reserva de assento a pessoa com obesidade mórbida no transporte coletivo

+ categorias