Tem FM elétrico por aqui!
Volvo começa a testar pesados 100% elétricos no Brasil. FM Electric está rodando no país

Volvo falou e está cumprindo. O modelo Volvo FM Electric está sendo apresentado a transportadores em diferentes regiões para coletar as primeiras impressões em aplicações tipicamente brasileiras.  

“Conforme anunciado na última Fenatran, estamos colocando veículos em empresas de transporte com operações regulares no Brasil, para que os frotistas sintam os benefícios e os avanços de nossa tecnologia. Os relatos têm sido muito positivos. Além da ausência total de emissões, os transportadores constatam também grande eficiência energética, inexistência de ruído, baixíssima vibração e alto conforto para o motorista. Eles destacam ainda o excepcional nível de segurança embarcada, em linha com a visão ‘Zero Acidentes’ da Volvo”, declara Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina.

Transição

As viagens estão sendo feitas por transportadores de vários setores e em diversas regiões do país. O objetivo é entender as expectativas e demandas dos potenciais clientes, além de coletar dados técnicos nas diferentes aplicações. “Iniciaremos nossa jornada da transformação do transporte pesado no Brasil em aplicações específicas, para gradualmente expandir a tecnologia a outros segmentos”, explica Alan Holzmann, diretor de estratégia e planejamento de produto caminhões da Volvo.

As rotas misturam trechos urbanos e de rodovias, obedecendo as condições reais das demandas de cada transportador. Na maioria das vezes, os veículos fazem embarque nas unidades produtoras e levam a carga para centros de distribuição ou mesmo até o destino final. “Colocamos os caminhões à prova nas aplicações típicas em que vão rodar. E eles estão se saindo muito bem”, afirma Marco Mildenberg, gerente de eletromobilidade da Volvo.

 Boa autonomia

O Volvo FM Electric cavalo mecânico tem potência de 490 kW (660hp), com opções de PBTC (Peso Bruto Total Combinado) de até 44 toneladas. Ele pode ser equipado com três motores elétricos e até seis baterias (540 kWh). Com autonomia de até 300 km, é ideal para operações no entorno de centros urbanos. O carregamento pode ser feito em estações no pátio da própria transportadora e pode levar de 1h30 até 8h, dependendo da quantidade de baterias e tipo de carregador. 

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Diesel R5 com tudo em SP!

Diesel R5 com tudo em SP!

Petrobras dá início à comercialização de diesel com conteúdo renovável em São Paulo

25 anos de tortilhas!

25 anos de tortilhas!

Marcopolo México celebra 25 anos e anuncia produção nacional de ônibus elétricos e rodoviários

+ categorias