Abrindo caminhos!
Redução no preço do gás natural veicular supera 40% de economia para motoristas

A Comgás atualizou suas tarifas,  de acordo com deliberação da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de São Paulo (Arsesp) nº 1.414/23, publicada no Diário Oficial do Estado em 06/06, resultando numa redução de 8% na atual tarifa do gás natural veicular (GNV) para os postos de combustíveis. A publicação também contemplou uma redução de até 7,5% no segmento industrial. 

Com essa redução e a alíquota de PIS/Cofins se mantendo zerada, o uso do GNV se torna ainda mais vantajoso para o motorista, pois a economia em veículos leves pode superar 40%, dependendo da região, quando comparado ao uso da gasolina e do etanol. São muitas as vantagens de se instalar o kit GNV. Além de ser mais econômico, o combustível é menos poluente e a manutenção do kit é simples – não possui problemas comuns a outros combustíveis, como o ressecamento de mangueiras ou a troca constante de velas, por exemplo. 

“A crescente necessidade de soluções que reduzam o impacto ambiental, além de rendimento, economia, instalação e manutenção fáceis e também a alta disponibilidade, com mais de 230 postos abastecidos pela Comgás, fazem do GNV uma excelente escolha para os gestores de frota, sejam elas próprias ou locadas, leves ou pesadas”, pontua Guilherme Santana Freitas, head de GNV da Comgás.

Um aspecto importante que deve ser levado em consideração nos veículos de passeio é a eficiência e o rendimento do GNV, que rende o dobro do etanol. Se um automóvel que utiliza GNV consegue rodar em média 14 quilômetros por metro cúbico, na comparação com etanol ele percorre, em média, 7 quilômetros por litro, enquanto com gasolina são 10 quilômetros por litro. 

Segundo a Comgás, para se avaliar o custo nas frotas de veículos pesados, é levado em conta que a quilometragem rodada de um caminhão movido a diesel gira em torno de 10 mil quilômetros por mês. Considerando o rendimento do GNV e do diesel e os preços médios desses produtos nos postos pela ANP, a economia do GNV chega a quase 15% por quilômetro rodado frente ao diesel.

 A economia pode ser ainda maior quando aplicada em projetos customizados, e a Comgás tem cada vez mais atuado para incentivar a criação de garagens de abastecimento em transportadoras e indústrias, o que pode reduzir o custo do frete como um todo. Se uma empresa de logística consegue viabilizar a instalação de um posto próprio de abastecimento dentro de sua sede, a economia pode ficar entre 30% a 40% na comparação com o diesel vendido em postos convencionais.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
ALMAX é 10!

ALMAX é 10!

Linha de lubrificantes ALMAX da VWCO completa 10 anos de mercado

Locação é o negócio!

Locação é o negócio!

Cabral & Sousa vê resultados e contrata mais 20 Transit por assinatura do Ford Go Frotas

Entregas finalizadas!

Entregas finalizadas!

Marcopolo finaliza a entrega de 174 ônibus para a Grupo Viação Garcia/Brasil Sul

+ categorias