Primeira formatura!
SEST SENAT realiza formatura da turma-piloto do Motorista Série A

Na semana passada o SEST SENAT realizou a cerimônia de formatura da turma-piloto do projeto Motorista Série A, na unidade operacional de Contagem (MG). Para os formandos foi um momento de congraçamento ao lado de familiares e gestores de empresas. Foi, também, uma homenagem ao desempenho desses profissionais durante o projeto.

A turma foi montada na unidade de Contagem (MG), com 15 motoristas das empresas Transpedrosa e Transavante, ambas de Belo Horizonte. Esses profissionais operam no transporte rodoviário de cargas e foram avaliados com níveis de excelência por meio de um mapeamento de competências e entrevistas com gestores, clientes, especialistas em SSMA (Segurança, Saúde e Meio Ambiente) e, até mesmo, membros das suas famílias.

O Motorista Série A foi criado com os objetivos de desenvolver e disponibilizar ao mercado um programa integrado para motoristas profissionais que atendesse às expectativas de transportadores e embarcadores a partir da conscientização a respeito dos cuidados e das necessidades para a segurança e a produtividade.

Durante a solenidade, além da entrega dos certificados, foi realizada uma premiação para os três melhores motoristas da turma. Profissional da Transavante, Denilson Santos Gandra, 32 anos, ficou em primeiro lugar.

“Fico lisonjeado de ter participado e contribuído para essa iniciativa. É preciso que todo o setor veja o motorista como um colaborador diferenciado, o cartão de visitas da sua empresa, e que tem grandes poderes em suas mãos. A responsabilidade desses profissionais é grande e merece ser reconhecida. Espero que o projeto cresça e ganhe o mercado”, declara Gladstone Lobato, diretor-presidente da Transavante e vice-presidente da Fetcemg (Federação das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais).

Durante aproximadamente dois meses, em diversos eventos de desenvolvimento, foram trabalhados e mensurados aspectos como postura, comunicação interpessoal e conhecimento do negócio. “O programa foi um sucesso. Escolhemos a dedo nossos melhores motoristas e tivemos como resultado a integração total desses profissionais, que puderam aprender e dar sua contribuição. Vimos que foi um upgrade na carreira deles e, agora, o programa poderá ser multiplicado dentro das empresas e para o setor de cargas e de passageiros”, acrescenta Gladstone.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Mais desafios!

Mais desafios!

Setor de transportes se destaca no PIB em 2023, mas enfrenta desafios para o ano seguinte

Projetos aprovados!

Projetos aprovados!

Tribunal de Contas da União aprova projetos de concessão das rodovias BR-381/MG e BR-040/MG/GO

+ categorias