Mais S-10 na área!
Petrobras amplia produção de diesel com baixo teor de enxofre na Reduc

Desde o ultimo sábado (29/07), a Petrobras passou a contar com duas unidades que têm capacidade produzir 100% de diesel S-10 na Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro. Com isso, a refinaria quase dobra o potencial de fornecimento desse combustível, de 5 milhões de litros por dia para 9,5 milhões de litros por dia.

O início da fase de execução das obras ocorreu em março de 2020 e indicava a partida da unidade em setembro de 2023. Porém, mesmo com as dificuldades decorrentes da pandemia, a unidade entrou em produção antes do previsto. Durante as obras, foram gerados mil empregos diretos e indiretos.

A partida da unidade aconteceu após o término de uma parada programada de manutenção, permitindo à companhia concluir as adequações necessárias para capacitá-la a produzir o combustível com baixo teor de enxofre (apenas 10 ppm), visando atender especificações do mercado local e internacional, além de requisitos ambientais. As intervenções realizadas na unidade de hidrotratamento da Reduc atenderam a todos os requisitos em relação à segurança e saúde das pessoas e ao meio ambiente, sendo planejadas de forma a não impactar o atendimento ao mercado durante a sua execução.

O diesel S-10 é um produto mais moderno e sustentável, de maior valor agregado e com menor impacto ao meio ambiente. Além do baixo teor de enxofre, esse combustível tem maior nível de cetano, índice que mede a qualidade de ignição. O S-10 também proporciona impactos positivos na redução de emissões de material particulado e de óxidos de nitrogênio.

De acordo com o diretor de Engenharia, Tecnologia e Inovação da Petrobras, Carlos Travassos, “a Petrobras está investindo em projetos e produtos que geram ganhos ambientais para toda a sociedade. A ampliação da produção de diesel S-10 na Reduc representa o cumprimento de um marco importante e reafirma o compromisso da companhia com o atendimento ao mercado e com o respeito ao meio ambiente”.

Segundo o diretor de Processos Industriais e Produtos da Petrobras, William França, a modernização do parque de refino e a expansão da capacidade de produção de diesel S-10 é fundamental para aumentar a disponibilidade de derivados mais sustentáveis: “A substituição da produção de diesel S-500 por S-10 é de relevância estratégica para a companhia, além de ser positiva para o país, pois amplia a oferta de um derivado menos poluente e com baixo impacto ambiental para atendimento ao mercado brasileiro”.

Com investimento de quase R$ 225 milhões, este é o primeiro projeto concluído do chamado phase-out de diesel S-500, que irá adequar toda a produção de diesel rodoviário da Petrobras para o S-10.

Foto: Cesar Duarte / Agência Petrobras

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Caminhão do Consórcio!

Caminhão do Consórcio!

Scania Consórcio lança ação ‘Caminhão do Consórcio’ com pacote extra de acessórios e benefícios

Pãozinho quente elétrico!

Pãozinho quente elétrico!

Iveco aposta agora na chegada da eDaily para entrar definitivamente na eletromobilidade no Brasil

Na coleta sem barulho!

Na coleta sem barulho!

FM Elétrico da Volvo inicia operação de coleta de lixo na cidade de Curitiba (PR)

+ categorias