Uma ótima notícia!
Com foco em 2028, Paraná apresenta queda de 7,2% em acidentes de trânsito em julho de 2023

Segundo dados do Sistema de Estatística de Ocorrências do Corpo de Bombeiros do Paraná (SYSBM), 723 pessoas faleceram em acidentes de trânsito no estado do Paraná em 2023, uma média de sete mortes no trânsito a cada dois dias. Comparada a 2022, a média deste ano apresenta queda de 7,2%, quando cerca 779 pessoas vieram a óbito. Traduzindo em números, foram cerca de 24.256 acidentes até julho de 2023 contra 24.208 casos em 2022, uma diferença de 0,2%.  

Segundo Silvio Kasnodzei, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Estado do Paraná (SETCEPAR), todo o setor do transporte recebe bem a notícia. “É necessário que a cada dia nossa cidade tenha um trânsito mais seguro. É importante ter em mente que nossos colaboradores e familiares estão circulando no deslocamento para o trabalho ou para suas casas diariamente, além da execução dos trabalhos de coletas e entrega”, comenta Silvio.  

Por mais que a notícia seja positiva aos olhos dos motoristas e das entidades, ainda há muito trabalho a ser concluído. Atualmente, o estado do Paraná lidera a implantação do plano de redução de mortes no trânsito, o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), de acordo com a agenda global de segurança viária. Denominado Pnatrans, o projeto visa ao trabalho árduo na redução de 50% de acidentes no transporte até 2028, salvando cerca de até 86 mil vidas brasileiras.  

A meta não é nacional, e a divisão de objetivos por estado usou das informações de número de mortos no trânsito com dados do Ministério da Saúde. Para isso, o governo deseja trabalhar em mais de 120 frentes, incluindo o aumento da fiscalização, a capacitação de mais agentes públicos, melhorias de equipamentos nos departamentos de trânsito, regulamentação dos itens de segurança e redução de burocracias dependendo dos processos.

Kasnodzei acredita que é possível realizar tal mudança, mas que é necessário que toda a comunidade possa estar comprometida e envolvida em todo processo. “Curitiba sempre se destacou neste tema e em muitos outros, mas isso só é possível graças à administração que o povo elegeu para cuidar da cidade. Este é um trabalho iniciado há tempos, cujos frutos estamos colhendo agora. Tudo começa na escola, na conscientização da criança e do adolescente, os quais, quando adultos, colocarão em prática o que aprenderam e vão inclusive orientar e cobrar atitudes de pessoas mais velhas”, enfatiza o presidente.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Volare Fly 10 é 100!

Volare Fly 10 é 100!

Alexandre Turismo amplia frota para 100 veículos e celebra com Volare Fly 10

Agora é para valer!

Agora é para valer!

Mercedes-Benz eActros 600  começam os testes de campo em empresas da Alemanha

É muita madeira!

É muita madeira!

Manos Implementos lança o Megatrem Florestal. Equipamento transporta 80 ton com carga líquida de 240 ton

+ categorias