Tabela reajustada!
ANTT reajusta tabela dos pisos mínimos de frete

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou, no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (22/8), a atualização dos valores dos pisos mínimos de frete do transporte rodoviário de cargas. A Portaria Suroc nº 19/2023 estabelece novos coeficientes de pisos mínimos de frete em decorrência de reajuste no preço do Diesel S10 ao consumidor de 9,13%.

O reajuste considera o preço final do Diesel S10 nas bombas, uma vez que a Lei nº 14.445/2022 determina que a tabela seja reajustada sempre que ocorrer oscilação no valor do combustível superior a 5%, seja para baixo ou para cima, chamada de “gatilho”.

Segundo levantamento da ANP, entre 13/8/2023 e 19/8/2023, o preço médio do Diesel S10 ao consumidor ficou em R$5,50 por litro, o que resultou em um percentual de variação acumulado de 9,13%, desde quando ocorreu o último reajuste na tabela frete.

Com o atingimento do gatilho, os reajustes médios tabela frete foram os seguintes, de acordo com o tipo de operação:

Tabela A – transporte rodoviário de carga de lotação: 3,38%

Tabela B – veículo automotor de cargas: 3,88%

Tabela C – transporte rodoviário de carga lotação de alto desempenho: 4,19%

Tabela D – veículo de cargas de alto desempenho: 4,77%

Pela legislação, a Agência tem de reajustar a tabela do frete a cada seis meses ou quando a variação do preço do diesel for igual ou superior a 5%, quando é acionado o mecanismo de gatilho.

Com informações ANTT

Primeiros DD’s elétricos!

Primeiros ônibus elétricos de dois andares da BYD chegam ao Chile, os únicos no continente

A BYD acaba de colocar os primeiros ônibus Double Deckers elétricos em solo chileno. São 10 unidades do modelo BYD B12C01 que farão parte do sistema RED Mobility. De acordo com a fabricante, o B12C01 carrega de 0 a 100% em um máximo de 2 horas e tem um alcance de 280km.

Entre as características internas do BYD B12C01 estão que todos os ônibus de dois andares têm 30 entradas USB distribuídas na área de passageiros, com wifi embutido e ar condicionado. Implementado com 69 assentos distribuídos em ambos os andares. Além disso, possui 6 assentos prioritários. Esses ônibus também incorporam um assento XL e uma área preferencial para cadeiras de rodas. A capacidade total desses ônibus é de 100 passageiros.

“No Chile, fomos pioneiros na implementação de ônibus elétricos para o transporte público. Este novo e importante marco de trazer os primeiros ônibus elétricos de dois andares para o país, nos posiciona mais uma vez na vanguarda da eletromobilidade em toda a região e no continente. Na BYD, estamos orgulhosos de poder continuar contribuindo para melhorar a qualidade de vida dos chilenos por meio da eletrificação do transporte”, diz Tamara Berríos, Gerente Geral da BYD Chile.

Os ônibus, especialmente projetados para o Chile, têm 12,128 metros de comprimento e 4,170 metros de altura, com um peso aproximado de 16,5 toneladas. A incorporação desses ônibus ao transporte público metropolitano visa aumentar o conforto das viagens e aumentar a capacidade de usuários transportados. Esse marco é o resultado de anos de trabalho da empresa para promover e implementar a eletromobilidade no país.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Balanço divulgado!

Balanço divulgado!

ANTT divulga balanço com as ações dos 30 primeiros dias de Concessão no Lote 1 das Rodovias Integradas do Paraná

Por mais segurança!

Por mais segurança!

Entidades patronais do setor de transporte de cargas traçam estratégias colaborativas para reforçar segurança nas estradas

Expandindo a frota!

Expandindo a frota!

Tecmar investe R$ 66,2 milhões em expansão de frota e novas unidades de negócio

+ categorias