Ruim para todos!
Vendas de pneus de carga recuam 10.4% em relação a junho

Não é só caminhões e ônibus. O ano esta sendo bem difícil para todos. As vendas totais de pneus registraram queda de 9,6% em julho na comparação com o mês anterior, caindo de 4,42 milhões para 3,99 milhões de unidades no período.

As vendas de pneus de carga em julho apresentaram queda de 10,4% em relação ao mês anterior. O segmento saiu de cerca de 540 mil unidades vendidas para 484 mil. A comercialização para montadoras obteve alta de 5,6%, de 117 mil para 123 mil pneus vendidos, mas quando comparado com julho de 2022 a queda foi de 32,1%. Já no mercado de reposição para pneus de carga, o desempenho foi 14,8% menor: 423 mil em junho ante 360 mil em julho.  

 “O impacto negativo causado pelo desequilíbrio do mercado, principalmente no segmento de pneus de carga, ainda não foi superado e os resultados seguem abaixo dos registrados nos anos anteriores. Estamos vivendo um dos piores cenários da história do setor”, diz Klaus Curt Müller, presidente executivo da ANIP.   

A especialista fez um comparativo com outros países, especialmente da Europa, onde é utilizado o IVA e a tributação é reduzida ou isenta (Estados Unidos, Reino Unido e Chile são exemplos). Países como França e Espanha aplicam uma alíquota de 10% no transporte aéreo doméstico — quando envolve a exportação de produtos, a isenção é total.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Para a escola de Iveco!

Para a escola de Iveco!

Iveco Bus já recebeu mais de 1.3 mil pedidos de ônibus para o Caminho da Escola

Olha o prazooo!

Olha o prazooo!

Prazo para exame toxicológico vence dia 30 para 3,4 milhões de motoristas que estão em situação irregular

+ categorias