Um baita eixo!
Cummins Meritor anuncia nacionalização de coroa e pinhão do eixo premium MT-610

Elevar o portfólio de produtos fabricados no País, na planta de Osasco (SP), para fortalecer a capacidade da região. Essa é proposta da Cummins Meritor ao anunciar a nacionalização do par de coroa e pinhão do eixo tandem premium MT-610.  O sistema, com redutor nos cubos de roda, tem Capacidade Máxima de Tração (CMT) de 125 toneladas e foi desenvolvido para aplicações com carga elevada e de grande impacto, como operações fora de estrada.  

Segundo Adriano Esperidião, gerente de engenharia do produto da Cummins Meritor para a América do Sul, “o projeto, que começou com efetividade em fevereiro deste ano, teve como objetivo ampliar nosso portfólio para atender às demandas dos nossos clientes com as vantagens de compra nacional, aumento de conteúdo local que contribui para Finame, além de redução de complexidade de importação, melhorias nos prazos de entrega para suportar o mercado sul-americano e maior velocidade de reação para atender a nossa região”.  

Com investimentos na ordem de R$ 2 milhões, a nacionalização do par coroa e pinhão do eixo tandem MT-610 contou com atualizações de dispositivos na planta de Osasco (SP), como cortadores de engrenagem, ferramentais de usinagem e calibradores. Vale reforçar que o par de coroa e pinhão do sistema traz design diferenciado desenvolvido por meio de corte a seco, ou seja, tecnologia de manufatura de última geração.  

Com redução nas extremidades e montado na versão de carcaça fundida, o eixo da Cummins Meritor MT-610 foi lançado no Brasil em 2020 com o diferencial DS 70 já produzido no País para completar o portfólio de diferenciais posteriores da marca e suportar mercado brasileiro de veículos pesados com excelência.

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
+ categorias