Setcepar quer renovar!
Retomada do Programa de Renovação de Frota pode beneficiar todo o setor de transportes

A renovação da frota de caminhões é um tema que interessa a todos os setores envolvidos no Transporte Rodoviário de Cargas (TRC). Além de possibilitar mais segurança aos motoristas profissionais, novos veículos oferecem mais tecnologia e reduzem a emissão de poluentes ao meio ambiente. Segundo o presidente do Setcepar (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Estado do Paraná), Silvio Kasnodzei, todo o setor espera que este programa realmente funcione.

De acordo com o relatório da frota circulante divulgado pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), o processo de envelhecimento da frota total de veículos no país continua alto. Em 2023, 12,8% dos caminhões, cerca de 279,7 mil unidades, possuíam mais de 20 anos e 18% dos veículos, 392,7 mil possuíam entre 16 e 20 anos. “O projeto de renovação é necessário e urgente. Precisamos de veículos mais seguros, mais econômicos e menos poluentes. Além disso, precisamos de um TRC moderno, atualizado e que ajude na redução dos custos”, explica Kasnodzei.       

Retomada

Em fevereiro deste ano, vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, disse a dirigentes da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) que o governo federal pretendia lançar um programa permanente de renovação de frota de caminhões e ônibus. Desde então, o setor tem mantido conversas com interlocutores do Governo Federal para que o programa tivesse avanço.

Além de estabelecer melhores condições de trabalho aos motoristas profissionais, o Programa de Renovação de Frota pode modernizar equipamentos internos aos caminhões, reduzir a emissão de poluentes, dar maior eficiência aos custos operacionais e aumentar a rentabilidade das empresas envolvidas neste processo. “O país todo ganha com um programa sério e bem estruturado, pois a indústria automobilística tem um impacto forte na economia”, finaliza Kasnodzei

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ dessa categoria
Mais faixas!

Mais faixas!

Obras de duplicação da Rodovia dos Imigrantes (BR-070) começaram na semana passada

Transporte verde!

Transporte verde!

CNT lança publicação sobre o diesel verde, alternativa de baixo carbono para o transporte rodoviário

Alaska é mil!

Alaska é mil!

HC Hornburg entrega milésimo Alaska para Trilix Distribuidora

+ categorias