Notícias do Dia

Uma ótima notícia!

0

Acidentes fatais com veículos pesados caem 41,6% nos primeiros sete meses deste ano em São Paulo

O número de mortes em acidentes de trânsito envolvendo veículos pesados (ônibus e caminhão) caiu 41,66% nos primeiros sete meses deste ano em comparação ao mesmo período de 2019 na cidade de São Paulo. De acordo com dados do Infosiga-SP, foram registrados 7 óbitos em 2020 ante 12 registrados no ano passado. Em todo o estado de São Paulo, os números de mortes nas rodovias caíram 22,22% em comparação ao mesmo período do último ano ainda segundo o balanço do governo estadual.

Os dados revelam ainda que as principais vítimas fatais são pessoas com faixa etária entre 40 a 44 anos, que correspondem a 28,57% do total de pessoas vítimas de acidentes nas rodovias. No Estado, foram as vítimas fatais com a mesma faixa etária correspondem a 14%.

Grande parte dos acidentes que acontecem nas principais rodovias estaduais são resultado da falta de treinamento dos condutores. Na avaliação da especialista em tecnologia para educação digital e CEO da Younder, Cláudia de Moraes, treinamentos contínuos para todos os tipos de frotas e categorias, com foco na capacitação, conscientização e desenvolvimento de habilidades, contribuem para salvar vidas no trânsito. “Muitas pessoas vão para as ruas sem o preparo necessário. O ideal seria ensinar os motoristas a desenvolverem habilidades e conhecimentos para que tenham consciência da importância de trafegar de forma segura nas ruas e rodovias”, destaca.

Com o objetivo de transformar o comportamento dos condutores de empresas que possuem frotas de veículos pesados e contribuir para que os índices sigam em queda, a Younder traz como novidade a Academia de Mobilidade. A empresa possui uma equipe de profissionais multidisciplinar que desenvolve uma metodologia capaz de alinhar teoria e prática na indicação de cursos que resolvem os fatores que levam a uma condução perigosa, o que aumenta a eficiência dos treinamentos até mesmo aos motoristas mais experientes.

Assim, é feita uma avaliação de diagnóstico nos condutores de frotas das empresas e, a partir disso, identifica-se o nível de conhecimento técnico e comportamental do colaborador, fazendo o direcionamento para a trilha de aprendizagem ideal. “Investir no desenvolvimento das pessoas e na melhoria de suas competências é garantir que cada um desses condutores e usuários de trânsito voltem para casa e para as suas famílias. Com os nossos cursos, os motoristas podem se preparar melhor e se capacitar para tornar essa queda de acidentes vista no primeiro semestre de 2020 uma realidade, mesmo pós pandemia”, ressalta Claudia de Moraes.

Oportunidade para os autônomos

Previous article

Um novo raio x

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *