Ponte sim! Balsa não!
Ponte que liga Tocantins e Pará vai facilitar acesso da população e aposentar uso de balsas

Com previsão de entrega no segundo semestre, as obras da Ponte Xambioá, futura ligação rodoviária entre Tocantins e Pará, foi vistoriada nesta terça-feira (22) pelo Governo Federal. O empreendimento de 1,7 mil metros de extensão vai beneficiar diretamente 500 mil pessoas e ajudar no desenvolvimento econômico de toda a região.

Na fase atual da obra, já foram executados 73% das fundações e blocos, 66% dos pilares e travessias e 22% das vigas e lajes.  A vistoria foi realizada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

“Há tempos nós tivemos em Rondônia entregando a Ponte sobre o Rio Madeira. Lá, as pessoas precisavam pagar balsa e enfrentar horas de filas para atravessar o Rio, e isso acabou, pois a balsa foi aposentada. A próxima balsa a ser aposentada será do Rio Araguaia! A BR-153/TO é a quinta mais extensa do Brasil, corta o Brasil de Norte ao Sul. Era inadmissível nesta altura do campeonato a rodovia Belém-Brasília estar sem ponte”, falou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas em seu discurso.

Importante eixo de interligação entre Tocantins e Pará, na BR-153/PA/TO, o empreendimento é um dos mais relevantes do Ministério da Infraestrutura (Minfra). A ponte é uma demanda antiga da população dos dois estados e será a maior de Tocantins. O custo estimado da obra é de R$ 193,1 milhões e até o momento foram executados R$ 94,5 milhões.

Com informações Minfra

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
Diretor novo na DAF!

Diretor novo na DAF!

DAF Caminhões Brasil anuncia novo Diretor de Materiais e Logística

Duplica que desenvolve!

Duplica que desenvolve!

Duplicação da BR-101/SE vai desenvolver turismo na divisa do Sergipe com Alagoas

+ categorias