Obrigações com a BR-101/RJ!
ANTT publica aprovação do termo aditivo que estabelece obrigações para relicitação da BR-101/RJ

A agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou, no Diário Oficial da União (DOU) extra de 15/6, a Deliberação nº 201/2022, que aprova a  celebração do 2º termo aditivo ao contrato de concessão com a Autopista Fluminense, responsável pela BR-101/RJ, no segmento compreendido entre a divisa do Estado do Rio de Janeiro com o Estado do Espírito Santo e a Ponte Rio-Niterói, localizada no Estado do Rio de Janeiro.

O documento estabelece as obrigações relativas à relicitação do trecho concedido, nos termos da qualificação do empreendimento aprovada pelo Decreto nº 11.005, publicado em 22/3/2022, o qual estabeleceu prazo de 90 dias, contado da data de sua publicação, para a celebração do aditivo contratual, sob pena da perda da eficácia da qualificação. Na Deliberação nº 201/2022, a ANTT estabeleceu o prazo até 20 de junho de 2022, para que as partes assinem o segundo termo aditivo ao contrato de concessão.

O prazo final de vigência do termo aditivo é de 24 meses contados da publicação do Decreto nº 11.005, de 21/3/2022. O prazo de transição poderá ser prorrogado, justificadamente, mediante deliberação do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (CPPI) e anuência expressa da concessionária.

Durante o período de vigência do documento, a concessionária deverá prestar os serviços de manutenção, conservação, operação e monitoração do empreendimento e executar os investimentos essenciais conforme pactuado.

Histórico

Em 19/5/2020, a concessionária Autopista Fluminense protocolou requerimento de relicitação. Em 10/9/2021, por meio da Deliberação nº 307, de 9/9/2021, a ANTT atestou a viabilidade técnica e jurídica do requerimento de relicitação.

Em 19/11/2021, o Ministério da Infraestrutura (Minfra), por meio da Portaria nº 1.372, de 17/11/2021, declarou a compatibilidade do requerimento de relicitação com o escopo da política pública formulada para o setor rodoviário. Em 16/12/2021, o Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (CPPI) recomendou a qualificação do empreendimento no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República. E, por fim, em 21/3/2022, o empreendimento foi qualificado no PPI para relicitação, por meio do Decreto nº 11.005, publicado no Diário Oficial da União (DOU) em 22/3/2022.

Com informações ANTT

Compartilhe essa matéria em suas redes sociais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ dessa categoria
BR-135/MG impulsionada!

BR-135/MG impulsionada!

Pavimentação de trecho da BR-135 permitirá integração regional no norte de Minas Gerais

NTU se posiciona!

NTU se posiciona!

NTU pede medidas efetivas de estabilização do preço do diesel para evitar aumento da tarifa ou redução do transporte público

+ categorias